• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Ciclistas e entidades ligadas ao meio ambiente podem apresentar propostas para o PDU de Vitória

Geral

Ciclistas e entidades ligadas ao meio ambiente podem apresentar propostas para o PDU de Vitória

A audiência é o último encontro temático das entidades da sociedade civil organizada. A rodada de escuta das entidades e sindicatos começou no dia 9 deste mês

A mobilidade urbana está entre os assunto mais debatidos no projeto de revisão do PDU Foto: Divulgação/Prefeitura

Mobilidade urbana, que é um dos temas mais debatidos no projeto Minha Vitória – Revisão do Plano Diretor Urbano (PDU) 2016/2026 entre os moradores da cidade, entra na pauta de discussões de entidades que atuam nessa área. Nesta quinta-feira (16), os grupos Ciclistas Urbanos Capixabas (CUC), Bike Anjo Vitória, Bike Vix, Federação Espírito Santense de Ciclismo, entre outros, encontram-se no auditório da Prefeitura de Vitória, em Bento Ferreira, para fazer suas sugestões, a partir das 19 horas.

Durante o evento, estarão presentes também membros de entidades ligadas ao meio ambiente, como a Associação dos Amigos da Praia de Camburi (AAPC), a Associação Capixaba de Proteção ao Meio Ambiente (Acapema), a Associação Amigos do Parque da Fonte Grande (AAPFG) e a Associação Nacional dos Amigos do Meio Ambiente (ANAMA).

A audiência é o último encontro temático das entidades da sociedade civil organizada. A rodada de escuta das entidades e sindicatos começou no dia 9 deste mês. O primeiro aconteceu com o Mercado Imobiliário, Comércio e Indústria. Em seguida, foram ouvidos os interessados nos assuntos de Moradia, Planejamento Urbano e Infraestrutura e Patrimônio Histórico, Turismo e Paisagem.

Os representantes e associados das entidades são convidados a participar do processo. Os encontros são abertos a qualquer cidadão e as entidades podem participar dos temas que desejarem.

Paisagem
Entre as sugestões recebidas na noite da última terça-feira (14), durante a audiência de Patrimônio Histórico, Turismo e Paisagem, criação de conselhos municipais de paisagem, ação integrada entre os órgãos de proteção da paisagem federais, estaduais e municipais, implantação de IPTU progressivo para que áreas abandonadas sejam disponibilizadas para habitação popular e a criação de um fundo financeiro para utilização na preservação do meio ambiente.