• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Ciclone na costa capixaba? Imagens de satélite intrigam até meteorologistas

Geral

Ciclone na costa capixaba? Imagens de satélite intrigam até meteorologistas

O giro é um indicador de um centro de baixa pressão e característico de ciclones. O movimento de nuvens pode ser observado na sequência de imagens de satélite

A imagem da formação de nuvens registrada em satélite intrigou meteorologistas Foto: Reprodução/Instituto Climatempo

Imagens de satélite da manhã da última quinta-feira (16), mostraram uma formação curiosa que intrigou os meteorologistas. Bandas de nuvens giravam no sentido horário sobre no mar, entre o sul da Bahia e o Espírito Santo. As informações são do Instituto Climatempo.

O giro é um indicador de um centro de baixa pressão e característico de ciclones. O movimento de nuvens pode ser observado na sequência de imagens de satélite. As bandas de nuvens curiosas aparecem dentro do círculo vermelho.

Na imagem, era possível identificar até um pequeno “olho”, região de fundo escuro e arredondado no centro da massa de nuvens.

O fato levantou questões: será um novo ciclone na costa capixaba? Poderá causar problemas mesmo sendo tão pequeno? Tecnicamente, o conjunto de nuvens girando no sentido horário é chamado de um ciclone, mas que pode ser subtropical, extratropical ou tropical.

Os programas de computador específicos para analisar este tipo de sistema mostram que este ciclone, se tivesse um maior desenvolvimento, seria um ciclone subtropical. Mas esta solução foi obtida apenas na análise das 12 horas de 16 de abril de 2015. As análises de outros horários não indicaram evolução.

A análise da pressão atmosférica, em diversos níveis da atmosfera, também não indica a presença de centros de baixa pressão em níveis acima da superfície. Por enquanto, estas nuvens girando de forma ciclônica entre o sul da Bahia e o Espírito Santo não causam nenhum efeito preocupante no continente.