General dos EUA terá de pagar multa de US$ 100 mil por vazar segredos militares

Geral

General dos EUA terá de pagar multa de US$ 100 mil por vazar segredos militares

Redação Folha Vitória

Charlotte, EUA - O ex-diretor da CIA David Petraeus, que teve a carreira destruída por um caso amoroso com sua biógrafa, foi sentenciado hoje a dois anos de liberdade condicional e a uma multa de US$ 100 mil. Ele foi condenado por entregar documentos confidenciais para a amante, enquanto ela trabalhava na biografia.

A sentença de hoje foi determinada dois meses após Petraeus concordar em se declarar culpado por um crime menos grave, de retirada não autorizada e retenção de material secreto. Com isso, estava sujeito a pegar até 1 ano na prisão.

Com a liberdade condicional, o militar escapa da cadeia e só seria detido caso cometesse alguma outra irregularidade nos próximos dois anos.

Os promotores recomendaram dois anos de liberdade condicional e uma multa de US$ 4 mil, mas o juiz elevou o valor da multa. O acordo foi fechado em um tribunal federal em Charlotte, onde Paula Broadwell, a biógrafa e ex-amante do general, vive com o marido e seus filhos. Fonte: Associated Press.