ONU aprova embargo de armas a rebeldes do Iêmen

Geral

ONU aprova embargo de armas a rebeldes do Iêmen

Redação Folha Vitória

Nova York - O Conselho de Segurança da ONU aprovou o embargo de armas a rebeldes do Iêmen e seus principais apoiadores, o ex-presidente Ali Abdullah Saleh e seu filho.

O embargo recebeu 14 votos a favor e nenhum contrário. A Rússia se absteve.

A resolução tem como objetivo acabar com a campanha dos rebeldes, conhecidos como houthis, contra os apoiadores do presidente exilado do país, Abed Rabbo Mansour Hadi.

A ONU pediu ainda que todas as partes em conflito no Iêmen, especialmente os houthis, acabem com a violência e "retomem e acelerem" as negociações para fazer a transição política pacífica do país.

Os ataques aéreos da coalização liderada pela Arábia Saudita, que apoia Hadi, e a escalada dos combates no solo entre os houthis e as milícias pró-Hadi colocaram o país mais pobre do mundo árabe à beira do colapso. Fonte: Associated Press.