Número de requisições de asilo à Alemanha caem vertiginosamente no 1º trimestre

Geral

Número de requisições de asilo à Alemanha caem vertiginosamente no 1º trimestre

Redação Folha Vitória

Berlim - O número de requisições de asilo que à Alemanha diminuiu acentuadamente no primeiro trimestre deste ano, anunciou o governo nesta sexta-feira.

O número de novas chegadas caiu mais de 60% nos três primeiros meses, em comparação com o último trimestre de 2015. Em números absolutos, a queda foi de 500 mil para 170 mil.

A desaceleração dos fluxos migratórios aliviou um pouco a tensão política que surgiu na esteira da crise de refugiados no último verão e no outono. Depois de cerca de 1 milhão de imigrantes chegarem ao país no ano passado, aumentou-se a preocupação de que a Alemanha não seria capaz de abrigar um grande volume de refugiados.

O ministro do Interior, Thomas de Maizière, disse que só seria capaz de "responder precisamente no verão" enquanto ainda são esperados muitas requisições de asilo ao país.

Parte da queda nas chegadas tem a ver com o acordo da União Europeia com a Turquia para devolução de imigrantes que atravessam o Mar Egeu para a Europa ilegalmente.

A maioria dos especialistas, no entanto, diz que o acordo com a Turquia, o principal ponto do plano da chanceler alemã Angela Merkel para reduzir os fluxos de refugiados para a Europa, não tinha nada a ver com a queda em números.

Em vez disso, eles dizem que a diminuição deve-se principalmente ao fechamento das fronteiras nacionais dos países na rota dos Balcãs, uma política a qual Merkel se opôs veementemente. Fonte: Dow Jones Newswires.