Anvisa proíbe venda de lote de azeite de oliva extra virgem por excesso de mineral

Geral

Anvisa proíbe venda de lote de azeite de oliva extra virgem por excesso de mineral

O azeite é produzido em Mongaguá, no estado de São Paulo. Por meio de nota, a empresa informou que será realizada a troca do lote junto aos clientes

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a distribuição e venda de lote de azeite de oliva extra virgem da marca Olivenza com índice de iodo acima do recomendado. A publicação do Ministério da Saúde está no Diário Oficial da União da última segunda-feira (3). 

O azeite é da marca Olivenza. A empresa disse que os lotes serão trocados Foto: Reprodução

A determinação é para o lote 16D18, válido até o mês de abril de 2019. O azeite da marca Olivenza é produzido em Mongaguá, em São Paulo. O laudo de análise fiscal foi emitido pelo Centro de Laboratório Regional de Santos IX – Instituto Adolpho Lutz.

Por meio de nota, a empresa informou que será realizada a troca do lote junto aos clientes.