Capixaba ofende jovem americana em vídeo e causa revolta nas redes sociais

Geral

Capixaba ofende jovem americana em vídeo e causa revolta nas redes sociais

O rapaz é natural de Vila Velha, mas faz parte do time de futebol da Universidade da Carolina do Sul Upstate (USCUpstate), nos Estados Unidos

Foto: Reprodução

Um estudante capixaba causou polêmica após xingar e constranger uma mulher americana. O jovem Lorenzo Avanzi, de 19 anos, mora atualmente nos Estados Unidos e deixou os internautas revoltados após gravar um vídeo dentro do carro, ao lado de uma mulher, dizendo em português: "essa aqui é a vadia que eu vou comer hoje". Sem entender o que ele diz, a jovem esconde o rosto.

Em inglês, ele pede para que ela diga 'oi'e completa: 'say hi, vagabunda. A jovem então olha para a câmera, sorri rapidamente e Lorenzo termina o vídeo com mais um xingamento: 'desgraçada'.

A gravação viralizou na internet e chegou até ao youtuber Felipe Neto, que pediu ajuda dos internautas, para que a Universidade de South Carolina, onde Lorenzo estuda, saiba do ocorrido.

Foto: Reprodução / Instagram

Lorenzo faz parte do time de futebol da Universidade da Carolina do Sul Upstate (USCUpstate), nos Estados Unidos, desde fevereiro de 2018. 

Arrependido, o capixaba publicou uma nota com um pedido de desculpas

NOTA

No sábado (6), após a repercussão do vídeo, o estudante divulgou uma nota se desculpando e afirmou que teve uma 'atitude injustificável'. Veja na íntegra:

"Venho através desta nota me desculpar publicamente pelo comportamento que tive no último final de semana e por minhas falas no vídeo que vieram a público neste 5 de abril de 2019. Reconheço que minha atitude foi errada e tenho ciência de que fui desrespeitoso e egoísta. Já pedi, inclusive, perdão à moça que aparece no vídeo e estou envergonhado com a repercussão que tudo isso ganhou. De modo algum essa atitude reflete os valores por mim aprendidos em meu país, na minha família e nas escolas onde estudei.

Estou profundamente arrependido e espero ser perdoado não só pela jovem e seus familiares, mas também pelos meus familiares, amigos e instituição de ensino onde hoje estudo.

Tive uma atitude injustificável e que já é motivo de grande aprendizado para mim: eu não tinha o direito de desrespeitar e destratar uma mulher. Esse tipo de comportamento nunca foi e nunca deverá ser aceito.

Peço perdão pelo meu erro!".

Vídeo de capixaba ofendendo americana em carro viraliza e causa revolta