• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Premiação reconhece empreendedorismo social de mulheres capixabas

Geral

Premiação reconhece empreendedorismo social de mulheres capixabas

Este tipo de segmento - Terceiro Setor - é uma das categorias a serem homenageadas no Prêmio "Mulheres do Amanhã", promovido pela ArcelorMittal Tubarão

Foto: Divulgação / Pexel

Empreender em busca da promoção de cidadania e resolver problemas sociais e ambientais. Este propósito tem motivado o surgimento de várias organizações e startups, empresa de inovação e base tecnológica, que aliam os resultados financeiros à geração de benefícios para uma comunidade carente de serviços básicos, como educação, saúde, moradia, emprego e outros.

O foco deste tipo de empreendimento, conhecido como negócio de impacto, está na base da pirâmide social brasileira, composta, principalmente, por classes menos favorecidas. No Brasil, cerca de 168 milhões de pessoas integram as camadas com faixas de renda mais baixas, segundo o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Este tipo de segmento - Terceiro Setor - é uma das categorias a serem homenageadas no Prêmio "Mulheres do Amanhã", promovido pela ArcelorMittal Tubarão. A iniciativa é um reconhecimento exclusivo às mulheres no Espírito Santo. O objetivo é estimular as empreendedoras e gestoras públicas do Estado a buscarem novas soluções para os desafios de suas comunidades, sociedade e setor privado. O Prêmio vai reconhecer e capacitar mulheres que inspiram na transformação do planeta.

Panorama

Em todo o país, há 17 milhões de pequenos negócios, que representam 99% do total de empresas do país, 52% dos postos de trabalho e contabilizam 27% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Dentro deste universo, houve crescimento, nos últimos dez anos, do número de negócios de impacto no Brasil e no mundo.

Levantamento do Sebrae em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) identificou mais de 800 negócios de impacto social em todo o país. Boa parte dos novos negócios que prestam serviços sociais e geram desenvolvimento econômico é startups.

“Você pode ter um negócio que já existe há anos, que tem um modelo de gestão tradicional, mas que ao mesmo tempo gera um impacto. Agora, os que estão surgindo hoje, a grande maioria são startups, são jovens que começam a olhar para a base da pirâmide como uma oportunidade pra também atender um anseio de contribuir pra uma causa”, explica Célio Cabral Sousa Júnior, gerente nacional de Inovação, Tecnologia e Sustentabilidade do Sebrae

Os negócios de impacto social tem movimentado cerca de US$ 60 bilhões em nível global e registrado aumento aproximado de 7% ao ano, segundo levantamento da Ande Brasil (Aspen Network of Development Entrepreneurs), uma rede de empreendedores de países em desenvolvimento.

Premiação no ES

Foto: Divulgação

Como forma de reconhecer negócios, ações ou projetos implantados pioneiramente no Espírito Santo, há até cinco anos, que gerem transformações sociais, econômicas ou ambientais, a ArcelorMittal Tubarão promove o Prêmio "Mulheres do Amanhã". Para concorrer, as iniciativas precisam ser conduzidas/concebidas exclusivamente por mulheres capixabas, maiores de 18 anos e residentes no Espírito Santo.

As participantes concorrerão em quatro categorias:

- Privado – Microempreendedor Individual;

- Privado – micro, pequeno, médio e grande negócio;

- Público – esferas municipal, estadual e federal no ES;

- Terceiro Setor – ONG, liderança comunitária, associações, entidades sem fins lucrativos.

A inscrição é gratuita e pode ser feita até 31 de maio, no site http://tubarao.arcelormittal.com/premiomulher/index.asp.

A escolha das vencedoras considerará atributos como criatividade do projeto, sua sustentabilidade, impacto, qualidade e clareza do material apresentado e potencial de transformação.

> Confira o regulamento do Prêmio "Mulheres do Amanhã"

A avaliação, que inclui análises de conformidade e técnica, ocorrerá entre 03 de junho e 26 de julho. Serão oferecidas duas premiações. Num primeiro momento, serão selecionadas 32 finalistas – oito primeiras colocadas de cada categoria – que farão uma visita à ArcelorMittal Tubarão e participarão de um curso nos dias 17 e 24 de agosto (sábados). A programação técnica, com carga horária total de 16 horas, será ministrada pela Fundação Dom Cabral e terá duas abordagens: Gestão Econômica e Financeira e Gestão de Performance. Os cursos serão ministrados no Centro de Educação Ambiental (CEA) da ArcelorMittal Tubarão, em Jardim Limoeiro, Serra, das 8 às 17 horas.

Ao final, a vencedora de cada categoria receberá um cartão-presente, a ser usado em qualquer estabelecimento, no valor de R$ 5 mil. A premiação será entregue em oito de agosto.