• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Número de profissionais de saúde com covid-19 no ES sobe para 729

CORONAVÍRUS

Geral

Número de profissionais de saúde com covid-19 no ES sobe para 729

Segundo os dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde, a maioria dos infectados faz parte de grupos de risco

Foto: Divulgação

Nos últimos dois dias, mais de 200 profissionais da saúde do Espírito Santo tiveram diagnóstico confirmado de infecção pelo coronavírus. Os dados são do Painel Covid-19, plataforma digital da Secretaria de Saúde do Estado que mostra as notificações da doença em tempo real.

No domingo, os índices apontavam que 507 trabalhadores da área da saúde foram infectados pelo novo coronavírus. Na segunda-feira (27), o número total saltou para 629. Ou seja, 122 casos em apenas 24 horas.

Já nesta terça-feira (28), o número mais uma vez foi alto. De ontem para hoje foram registrados 220 novos casos de coronavírus em todo Estado. Destes, 100 são profissionais da saúde.

A maioria dos casos, segundo o Painel, é de profissionais que fazem parte de grupos de risco. A orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS) e dos órgãos brasileiros, inclusive a Secretaria de Estado de Saúde (Sesa) é que os trabalhadores da área que fazem parte de grupos de risco sejam afastados. Segundo a Sesa será feita uma análise para saber a razão destes profissionais ainda estarem trabalhando.

A Secretaria garantiu ainda que as medidas estão sendo tomadas pelo estado para dar segurança aos profissionais. Além disso, novos profissionais estão sendo contratados para substituir os trabalhadores que foram afastados.

No entanto, o número preocupa o Sindicato dos Médicos do Estado. Segundo o presidente, Dr. Otto Baptista, não há dados que mostram como está sendo o tratamento desses profissionais. 

"Nós temos muitos colegas afastados, por testarem positivo, mas não sabemos onde eles estão. Se estão em suas residências fazendo a quarentena ou se tem colegas e profissionais da área da saúde hospitalizados. Também não sabemos o número de colegas médicos e profissionais de saúde internados em UTIs", disse.

Até o momento, um profissional da saúde morreu no estado. Porém, segundo a Sesa, a vítima era de Minas Gerais e não contraiu a doença trabalhando num hospital do Espírito Santo.

*Com informações da Tv Vitória / Record Tv