ES tem mais 103 mortes por covid em 24 horas, segunda maior marca desde o início da pandemia

CORONAVÍRUS

Geral

ES tem mais 103 mortes por covid em 24 horas, segunda maior marca desde o início da pandemia

Com as novas mortes, o total de vidas perdidas por causa do coronavírus no Estado, desde o início da pandemia, chegou a 8.776

Foto: Reprodução R7

O Espírito Santo voltou a apresentar, nesta segunda-feira (19), mais de 100 mortes em decorrência do novo coronavírus, em um intervalo de 24 horas. De acordo com informações do Painel Covid-19, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), nesse período foram registrados mais 103 óbitos provocados pela doença, o segundo maior número em um só dia.

Apenas no dia 6 deste mês, houve uma quantidade maior de mortes: 110. Na última quarta-feira (14), haviam sido registrados 102 óbitos, até então a segunda maior marca. Com a atualização dos dados nesta segunda, o total de mortes causadas pelo coronavírus no Estado, desde o início da pandemia, chegou a 8.776.

Além disso, 1.710 novos casos da doença foram contabilizados em 24 horas, elevando o total de infectados para 418.642 no Espírito Santo. O Painel Covid-19 aponta, ainda, que 389.847 pessoas já conseguiram vencer o coronavírus no Estado.

A Serra continua sendo a cidade capixaba com o maior número de infectados pelo coronavírus. Ao todo, foram registrados 52.074 casos da doença no município. Vila Velha ocupa a segunda posição, com 51.886 casos registrados desde o início da pandemia. Vitória segue na terceira colocação, com 45.559 registros da doença.

Vila Velha, no entanto, segue como o município capixaba com o maior número de mortes causadas pela covid-19 até o momento: 1.148. Em seguida, aparece a Serra, com 1.033 óbitos. Na terceira colocação está Cariacica, com 993 registros. Na sequência está Vitória, que já contabilizou 967 mortos pela covid-19.

Ainda segundo o painel, Jardim Camburi, em Vitória, continua sendo o bairro  com o maior número de casos confirmados da doença. Ao todo, 6.876 pessoas já foram infectadas na região. Praia da Costa, em Vila Velha, é o segundo bairro, com 5.461 casos. Jardim da Penha, também na capital, ocupa a terceira colocação, com 3.976 casos.