Lojas e shoppings voltam a abrir nas cidades em risco extremo no ES. Veja os horários!

Geral

Lojas e shoppings voltam a abrir nas cidades em risco extremo no ES. Veja os horários!

Bares e academias continuam fechados e agências bancárias só podem abrir para a realização de saques de benefícios assistenciais

Foto: Bianca Vailant/TV Vitória

Conforme previsto em decreto estadual, as atividades econômicas consideradas não essenciais voltam a funcionar a partir desta quarta-feira (14) nas 42 cidades capixabas classificadas no risco extremo para o novo coronavírus. Algumas dessas atividades, como o comércio de rua, shoppings e restaurantes, estão autorizadas a funcionar apenas três vezes por semana, de quarta a sexta-feira.

Além disso, bares e academias continuam fechados e agências bancárias só podem abrir para a realização de saques de benefícios assistenciais. Já nas escolas, as aulas só podem acontecer de maneira remota.

As atividades essenciais como supermercados, farmácias, indústria, atividade de assistência à saúde, lotéricas, entre outros estabelecimentos, podem funcionar até as 20 horas, de segunda-feira a sábado. No entanto, ficam fechados aos domingos e feriados.

Com relação ao transporte público, os ônibus voltaram a circular na Grande Vitória, nesta terça-feira (13), e continuarão operando até sexta-feira (16). Eles têm cumprido os mesmos horários de antes do início da paralisação, ou seja, de 5h às 22h. Nesta terça, no entanto, uma manifestação dos rodoviários atrasou o início da operação dos coletivos. Já no próximo sábado (17) e domingo (18), os ônibus não irão operar.

Desde segunda-feira, 42 cidades capixabas estão classificadas no risco extremo para a covid-19, conforme o último Mapa de Risco elaborado pelo governo do Estado. Cinco municípios que estavam no risco alto na última semana, passaram para o risco extremo: Pedro Canário, Domingos Martins, Ecoporanga, Mimoso do Sul e Santa Teresa.

Os municípios no risco extremo para a covid-19 são: Água Doce do Norte, Águia Branca, Anchieta, Apiacá, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Colatina, Domingos Martins, Ecoporanga, Guarapari, Ibatiba, Iconha, Itarana, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Mimoso do Sul, Muniz Freire, Muqui, Nova Venécia, Pancas, Pedro Canário, Pinheiros, Piúma, Rio Bananal, Santa Teresa, São Gabriel da Palha, São José do Calçado, Serra, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Pavão, Vila Velha e Vitória.

Medidas qualificadas definidas para o risco extremo:

Atividades essenciais

Supermercados, farmácias, indústria e atividade de assistência à saúde e lotéricas podem funcionar até as 20h de segunda-feira à sábado, no entanto ficarão fechados aos domingos e feriados.

Comércio

Comércio de rua, centros comerciais e galerias funcionarão em três dias na semana (quarta, quinta e sexta-feira) das 10h às 18h para atendimento presencial. Além do funcionamento de serviços das 9h às 20h.

Atividades de ensino

As atividades educacionais com a presença de estudantes ficam suspensas, sendo permitidas aulas remotas.

Restaurantes

Atendimento ao público de quarta à sexta-feira até às 16h. Após esse horário, somente delivery.

Shopping centers

Poderão funcionar três vezes na semana (quarta, quinta e sexta-feira) das 12h às 20h.

Bares e academias

Vão continuar fechados.

Agências bancárias

Funcionamento de bancos apenas para saque de benefícios assistenciais.

Transporte público

- Os ônibus do sistema Transcol voltaram a circular nesta terça-feira, após duas semanas sem operar.

- O horário de circulação dos coletivos, de terça a sexta-feira, será das 5h às 22h. Sábado e domingo não haverá ônibus para a população em geral. O atendimento nesses dois dias será para trabalhadores da Saúde.

- Ônibus interestaduais (viagens entre Estados) e intermunicipais voltaram a circular na segunda-feira (12) com 50% da capacidade dos veículos. Rodoviárias foram reabertas.

- Transporte ferroviário: viagens de trem voltaram a ser liberadas com 50% da capacidade. Estação ferroviária em Cariacica voltou a funcionar.