Folha Vitória traz informações diárias e gratuitas sobre mercado imobiliário no ES

Geral

Folha Vitória traz informações diárias e gratuitas sobre mercado imobiliário no ES

No guia Imóveis os internautas podem conferir gratuitamente os lançamentos das principais construtoras que atuam no Estado Foto: Divulgação

Uma projeção da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança mostra que ao longo deste ano, os financiamentos imobiliários devem crescer até 20% no país. 

Além disso, somente no ano passado, mais de meio milhão de imóveis foram financiados, com recursos atrelados à movimentação financeira do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo.  Foi um recorde do crédito imobiliário com aplicação R$ 109,2 bilhões, valor 32% acima do alcançado em 2012. No ano anterior, o volume cresceu 3,6% e chegou a R$ 82,8 bilhões.

No Espírito Santo, o mercado imobiliário também registra grande expansão, e no guia Imóveis os internautas podem conferir gratuitamente os lançamentos das principais construtoras que atuam no Estado, além das novidades empreendimentos comerciais, e dicas de decoração. O Folha Vitória é o único jornal capixaba que disponibiliza informações sobre este mercado diariamente. Clique aqui, e confira os destaques do Guia Imóveis.

Demanda pela casa própria cresce 41%

O levantamento da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança revela ainda que, a maioria dos desembolsos (R$ 76,9 bilhões) dos empréstimos imobiliários destinou-se à compra da casa própria cuja demanda aumentou 41%. Um terço do total (R$ 32,2 bilhões) refere-se ao custeio de construção de imóveis, valor 15% maior do que no ano anterior. O número de unidades financiadas no período de janeiro a dezembro de 2013 cresceu 17% somando 529,8 mil ante 453,2 mil, em 2012.

Só em dezembro último, houve expansão dos desembolsos de 7% com a liberação de crédito para 50,9 mil imóveis. A oferta está diretamente ligada à captação líquida das cadernetas de poupança, que também atingiu o maior volume histórico (R$ 54,3 bilhões) ou 46% a mais do que em 2012, elevando em 20% o saldo para R$ 467 bilhões. (Com informações da Agência Brasil)