Primeiro dia da Ação Cidade Limpa resulta em 70 abordagens no Centro

Geral

Primeiro dia da Ação Cidade Limpa resulta em 70 abordagens no Centro

O primeiro dia do projeto "Ação Cidade Limpa" foi produtivo. Durante a manhã desta terça (6), fiscais da Secretaria Municipal de Serviços (Semse) e agentes de segurança comunitária da Guarda Municipal realizaram 70 abordagens educativas nas ruas do Centro.

A ação, que visa coibir o descarte de lixo nas vias públicas, foi aprovada por muitos munícipes. "Acho interessante tudo o que vem como benefício para o município. Infelizmente, as coisas só acontecem quando há punição. Por isso, ações educativas que mostram que pode ocorrer a multa são de extrema importância", disse o vigilante Wagner Silva.

A balconista Tereza Silva concorda: "É muito importante ter ações assim. E as pessoas precisam entender: se a gente faz de tudo para nossa casa ficar limpa, a rua também precisa ficar", afirmou.

"É bom incentivar a população. Eu, por exemplo, sempre coloco uma sacolinha para incentivar as pessoas a jogar o lixo no lixo. Todos produzimos resíduos e, multando, as pessoas param. Tudo o que é para melhorar é válido. A ação é muito boa", disse o vendedor Pablo Alcântara.

"A ação está sendo educativa, pois a pessoa que for flagrada jogando lixo na rua poderá corrigir o dano sem ser multada. Mas, caso haja recusa em recolher o que for jogado na rua, o cidadão será autuado. Hoje, no primeiro dia de ação, houve oito flagrantes de depósito irregular de resíduos em via pública, mas todos corrigiram o dano", explicou o secretário municipal de Serviços, Alex Mariano.

Fiscalização

Inspirado no projeto "Lixo Zero", implantado pela Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) da Prefeitura do Rio de Janeiro, o projeto objetiva uma fiscalização mais efetiva, com punições aos infratores por meio de multa em várias regiões da cidade em caso de flagrante delito.

A lei municipal 5.086/2000, o Código de Limpeza Urbana de Vitória, estabelece nos seus artigos 43 e 44 que é proibido depositar em via pública qualquer material. Mas, na realidade, muitas pessoas ainda não respeitam a legislação.

Trabalho

"Eu varro as ruas todos os dias. Acabo de varrer e vem a pessoa e joga resíduo no chão. Seria tão bom se todos reconhecessem nosso trabalho e ajudassem a não sujar a cidade", desabafou o gari Osmar Silvério de Souza.

Rondas

A ação prevê rondas com a viatura da Guarda Municipal e a pé em vários locais designados pelo cronograma elaborado até o final deste ano.

Em caso de flagrante delito, o infrator terá que assinar o auto de infração (multa), mas, em caso de recusa, o mesmo será conduzido à delegacia de polícia por descumprimento da lei e desacato às autoridades.

"É interessante ver o flagrante, pois as pessoas se sentem constrangidas. Todos já sabem que é errado jogar lixo na rua e, com a intensificação da fiscalização, os infratores ficarão mais inibidos e a cidade, com certeza, ficará mais limpa", explicou o coordenador de Fiscalização, Chelston Amorim.

"Os cidadãos foram muito receptivos à ação, e isso é ótimo, porque queremos sensibilizar os moradores de Vitória sobre a importância de um município limpo, organizado e mais humano. É importante que todos reconheçam que cidade limpa não é a que mais se limpa, mas a que menos se suja", destacou o gerente de Fiscalização, Alex Pereira.