• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cidade alemã é esvaziada, após bomba da Segunda Guerra ser encontrada

Geral

Cidade alemã é esvaziada, após bomba da Segunda Guerra ser encontrada

Frankfurt - Autoridades da Alemanha ordenaram uma das maiores retiradas de pessoas do pós-guerra nesta quarta-feira, após a descoberta de uma bomba dos Estados Unidos não detonada da época da Segunda Guerra. O artefato estava enterrado no solo da cidade de Colônia, no oeste do país.

Autoridades retiraram cerca de 20 mil pessoas da área no entorno da ponte Mülheim, onde a bomba de mil quilos foi encontrada na semana passada, a quase cinco metros de profundidade, durante os preparativos para uma obra, informou a prefeitura. Cerca de 800 pessoas dos bombeiros, de organizações humanitárias e da polícia se envolveram na retirada das pessoas, que começou na manhã desta quarta-feira.

Bombas não detonadas da Segunda Guerra ainda são regularmente encontradas na Alemanha, 70 anos após o fim da guerra. A mais recente, porém, é uma das maiores já descobertas na cidade e estava em uma das áreas mais densamente povoadas de Colônia.

A maioria das grandes e médias cidades alemãs sofreram campanhas de bombardeios na fase final da guerra, com as mortes por isso estimadas em entre 305 mil e 600 mil, segundo vários registros históricos.

Os aliados bombardearam Colônia 262 vezes durante a Segunda Guerra, segundo uma porta-voz da cidade. O trabalho para desarmar e remover a bomba começou às 15h30 (hora local) e foi concluído em 23 minutos, disse a funcionária. Foram retiradas pessoas no raio de 1 quilômetro da bomba. Entre os espaços afetados estava um asilo, que teve seus 1.100 moradores levados para abrigos temporários ou hospitais. Jardins de infância, quatro escolas e o zoológico da cidade também estiveram fechados, na prática ampliando o feriado escolar no Pentecostes em mais um dia. Fonte: Dow Jones Newswires.