Francischini deixa cargo de secretário de Segurança do Paraná

Geral

Francischini deixa cargo de secretário de Segurança do Paraná

Redação Folha Vitória

Curitiba - Apontado como um dos principais responsáveis pelo confronto ocorrido no Centro Cívico, em Curitiba, no dia 29 de abril, quando 213 manifestantes - a maioria professores - e 21 policiais ficaram feridos, Fernando Francischini deixou o cargo de secretário estadual de Segurança no fim da manhã desta sexta-feira, 08. Ele será substituído pelo delegado da Polícia Federal e da área de Inteligência da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), Wagner Mesquita de Oliveira.

A queda de Francischini era iminente, após as severas críticas feitas até por pessoas próximas ao governador Beto Richa (PSDB) e pelo presidente estadual do PSDB, Valdir Rossoni, que chegou a pedir, em carta aberta veiculada no Facebook, a saída dos responsáveis pelas ações que culminaram no conflito.

Em entrevista coletiva nesta semana, considerada desastrosa por interlocutores, Francischini culpou a presença de black blocs como responsável pelo conflito e chegou a dizer que cuidava "apenas da gestão da Segurança e as operações de campo eram responsabilidade da Polícia Militar"

Assim como Cesar Kogut, ex-comandante da PM, e o governador Beto Richa, Francischini também deverá dar explicações ao Ministério Público do Paraná sobre os incidentes. O MP investiga toda a cadeia de comando dos fatos que antecederam a batalha campal registrada em frente ao Palácio Iguaçu.