Líder de oposição diz que Burundi não está pronto para eleições

Geral

Líder de oposição diz que Burundi não está pronto para eleições

Redação Folha Vitória

Bujumbura - O Burundi não está pronto para eleições parlamentares ou presidenciais no próximo mês, porque o governo está reprimindo as liberdades, inclusive impedindo a oposição de fazer campanha, afirmou nesta segunda-feira um importante candidato da oposição. Há manifestações no país contra a tentativa do presidente Pierre Nkurunziza de tentar um terceiro mandato na capital do país, Bujumbura.

Nkurunziza não pode ganhar se as eleições forem livres e justas, afirmou Agathon Rwasa, que concorre como candidato independente nas eleições de 26 de junho. Líder do ex-grupo rebelde Forças Nacionais de Libertação, Rwasa é atualmente político oposicionista e disse que há intimidação disseminada contra aqueles que se opõem a Nkurunziza.

"Eu não acredito que eleições possam ser realizadas neste ambiente", disse Rwasa. O candidato se referiu ainda ao fato de que mais de 100 mil pessoas tenham fugido do Burundi, pelo medo da violência antes das eleições. A disputa parlamentar está marcada para 5 de junho, enquanto a eleição presidencial deve ocorrer em 26 de junho.

Os manifestantes fazem protestos há quatro semanas contra a decisão do presidente de buscar um terceiro mandato, desafiando a Constituição. Hoje, eles entraram em confronto com a polícia. Uma testemunha disse que um manifestante ficou ferido, após ser baleado pela polícia. Fonte: Associated Press.