Presidente das Filipinas diz que China ameaçou guerra por exploração de petróleo

Geral

Presidente das Filipinas diz que China ameaçou guerra por exploração de petróleo

Redação Folha Vitória

Pequim - O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, disse neste sábado que o presidente da China, Xi Jinping, o ameaçou ao dizer que Pequim "irá para a guerra" caso Manila comece a perfurar petróleo no Mar da China Meridional.

Os comentários inflamados, mencionados de improviso por Duterte durante um discurso, ocorrem depois que os dos países buscaram restabelecer laços após anos de disputa por reivindicações conflitantes no Mar da China Meridional. Duterte disse que afirmou a Xi Jinping que o Mar da China Meridional é filipino "e pretendemos perfurar petróleo lá. Se ele é seu, bem, essa é a sua opinião. Mas a minha é a de que eu posso perfurar petróleo".

O líder filipino afirmou que o presidente chinês lhe disse que os dois países são amigos. "Nós não queremos brigar com você, queremos manter um relacionamento caloroso, mas se você forçar o assunto, iremos para a guerra."

O Ministério das Relações Exteriores da China não respondeu a um pedido de comentário sobre o assunto. As autoridades chinesas mostraram, no passado, tolerância para as observações contundentes de Duterte. Para a especialista em relações internacionais da Universidade das Filipinas, Aileen Baviera, a fala de Duterte não deve ser levada a sério, devido ao histórico de discursos imprecisos do presidente filipino. Fonte: Dow Jones Newswires.