Cirurgias são remarcadas em hospital de Vitória em razão de paralisação dos caminhoneiros

Geral

Cirurgias são remarcadas em hospital de Vitória em razão de paralisação dos caminhoneiros

O objetivo da remarcação é para atuar de forma preventiva para resguardar o atendimento de pacientes internados, possíveis urgências e emergências

   O Hospital das Clínicas remarcou todas as cirurgias previstas para a próxima segunda-feira (04)

O Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes (Hucam-Ufes) informou, na tarde desta quarta-feira (30), que irá remarcar as cirurgias de caráter eletivo programadas para ocorrer na próxima segunda-feira (04).

O hospital afirma que o reagendamento deve-se à paralisação nacional de caminhoneiros iniciada há dez dias e que ainda afeta parte do transporte de insumos que chega ao hospital.

O objetivo da remarcação, diz a nota do hospital,  é para atuar de forma preventiva para resguardar o atendimento de pacientes internados, possíveis urgências e emergências e a prestação de serviços ambulatoriais.

Desde sábado, 26, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), gestora do Hucam e de outros 39 hospitais universitários, instalou um comitê de crise para acompanhar em tempo real os desdobramentos e demandas ocasionados pelas paralisações nas estradas em cada unidade hospitalar da Rede Ebserh.

A decisão foi tomada na última segunda-feira (4), durante reunião dos gestores da Hucam para reavaliação da situação dos suprimentos hospitalares.