• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

'Dia muito triste', diz Casagrande sobre recorde de mortes por covid-19 no ES

CORONAVÍRUS

Geral

'Dia muito triste', diz Casagrande sobre recorde de mortes por covid-19 no ES

Segundo o Painel Covid-19, da Secretaria de Estado da Saúde, 34 novas mortes foram contabilizadas no estado nas últimas 24 horas

Foto: Reprodução

O governador Renato Casagrande lamentou o recorde negativo de mortes provocadas pelo novo coronavírus registrado no Espírito Santo nesta sexta-feira (22). Segundo o Painel Covid-19, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), 34 novas mortes foram contabilizadas no Espírito Santo nas últimas 24 horas, fazendo com que o total de óbitos causados pela doença no estado chegasse a 397.

Em pronunciamento realizado no início da noite desta sexta, Casagrande fez um apelo para que a população capixaba aumente o isolamento social. Segundo dados da própria Secretaria de Saúde, a taxa de adesão à quarentena registrada no estado, na quinta-feira (21), foi de apenas 47,63%, sendo que o índice mínimo recomendado pelas autoridades de saúde é de 55%.

"Foi um dia muito triste para nós. Aproveito para fazer um apelo à população capixaba, para que a gente fortaleça o isolamento social. Infelizmente tem muitas pessoas que ainda não acreditam que tem um inimigo nos rondando e tirando muitas vidas. Durante meus deslocamentos, ainda vejo muita gente interagindo, praticando esportes coletivos nas praias. Eu sei que não é fácil manter o isolamento, mas nós não temos outro caminho neste momento. Ainda não temos vacina nem remédio para tratar o vírus. Hoje foi um dia que exige uma reflexão muito maior nossa, sobre o que podemos fazer para contribuir com o isolamento e distanciamento social, para que a gente seja um instrumento de barreira ao contágio do vírus no Espírito Santo", destacou o governador.

Sobre as 34 novas mortes registradas nesta sexta-feira, Casagrande esclareceu que nove ocorreram de fato nesta sexta e as outras 25 vinham sendo investigadas há mais dias. O governador destacou ainda que, em média, 20% das pessoas que dependem de uma UTI nos hospitais públicos do Estado para tratamento da covid-19 acabam perdendo a vida.

"Não podemos garantir que as pessoas vão ser todas salvas, porque o vírus é muito agressivo em algumas pessoas. Estamos abrindo novos leitos, mas é importante nós mantermos o isolamento social. Eu costumo dizer sempre que leitos salvam vidas, mas não todas. O que salva, de fato, é o distanciamento social e os cuidados que devemos tomar no nosso dia a dia", frisou Casagrande.