Vitória volta a ficar no risco moderado; outras cidades da Grande Vitória estão no risco alto

Geral

Vitória volta a ficar no risco moderado; outras cidades da Grande Vitória estão no risco alto

São 32 cidades no risco moderado, 28 municípios no risco alto e 18 no risco baixo. Não há cidades em risco extremo no Espírito Santo

Foto: Polyana Martinelli

A partir da próxima segunda-feira (17), Vitória voltará para o risco moderado para a covid-19. As demais cidades da Grande Vitória vão continuar no risco alto. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (14), pelo governador Renato Casagrande, durante um pronunciamento.

A mudança na classificação de Vitória para os demais municípios da região metropolitana foi possível graças a uma mudança na regra do Mapa de Risco, definida pelo Governo do Estado, em função da desaceleração da pandemia no Espírito Santo. Ao todo, o estado terá, a partir de segunda-feira, 28 cidades em risco alto, 32 em risco moderado e 18 em risco baixo. 

Casagrande informou que, a partir da próxima semana, todos os municípios da Grande Vitória serão avaliados individualmente, quanto ao risco em relação à covid-19. Devido ao crescimento da pandemia no Estado, o governo havia determinado que se pelo menos duas cidades da região metropolitana ficassem no risco alto, por exemplo, todas as demais também deveriam ficar, mesmo se apresentassem índices para ficar em uma classificação mais baixa. 

Com a queda de casos no Espírito Santo, a regra deixa de valer na semana que vem. Dessa forma, os municípios da Grande Vitória poderão apresentar classificações distintas.

Com o retorno de Vitória para o risco moderado, a capital capixaba terá mais flexibilizações nas atividades econômicas e sociais, como o funcionamento das escolas, do transporte público, comércio, bares e restaurantes, por exemplo, além da realização de eventos sociais.

As escolas de Vitória, tanto da rede pública quanto da particular, agora poderão ter aulas presenciais em todos os níveis de escolaridade, desde que as salas fiquem limitadas a 50% de sua capacidade. Nesta semana, com a capital ainda no risco alto, foi autorizado o ensino presencial, nesse modelo, somente para alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental I.

Já os bares e restaurantes nas cidades de risco moderado podem funcionar de segunda a sábado, até as 22 horas, e, aos domingos, até as 16 horas. 

Como o horário de funcionamento das atividades será ampliado em Vitória, o governo estadual decidiu estender o horário de funcionamento do sistema Transcol até a meia-noite. Até esta semana, os ônibus só podiam circular entre 5 e 22 horas.

Leia também: Transcol vai poder circular até meia-noite a partir da próxima segunda-feira na Grande Vitória

Além disso, o governo estadual decidiu permitir que os ônibus intermunicipais e interestaduais possam circular com 100% de sua capacidade. Até então, o limite permitido era de 50%.

Saiba o que muda:

Comércio, Bares e Restaurantes

- Funcionamento dos estabelecimentos comerciais sem limite de horário. Entretanto, algumas regras precisam ser seguidas, como a limitação de um cliente por 10m², obrigatoriedade do uso de máscaras para funcionários e clientes, distanciamento social em filas, entre outras;

- Funcionamento de bares, lojas de conveniência e distribuidoras de bebidas alcoólicas de segunda a sábado, até as 22h, e aos domingos até as 16h.

Academias

- Possibilidade de atividades aeróbicas, desde que de maneira individual. A realização de atividades aeróbicas coletivas segue vedada;

- Limitação do número de alunos por área do estabelecimento conforme Portaria SESA nº 226-R, Art. 11 §2º.

Ensino

- Escolas podem abrir normalmente, para atividades com a presença de alunos, desde que a limitação da ocupação das salas de aula seja de 50% de sua capacidade.

Veja a classificação de todos os municípios capixabas:

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

RISCO BAIXO: Águia Branca, Baixo Guandu, Bom Jesus do Norte, Colatina, Governador Lindenberg, Iconha, Itaguaçu, Itarana, Jaguaré, João Neiva, Mucurici, Muqui, Piúma, Ponto Belo, Santa Maria de Jetibá, São Domingos do Norte, São Roque do Canaã e Vila Pavão.

RISCO MODERADO: Afonso Cláudio, Água Doce do Norte, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Aracruz, Atílio Vivácqua, Barra de São Francisco, Brejetuba, Castelo, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Dores do Rio Preto, Ibatiba, Ibiraçu, Ibitirama, Iúna, Jerônimo Monteiro, Laranja da Terra, Mantenópolis, Marechal Floriano, Marilândia, Mimoso do Sul, Muniz Freire, Nova Venécia, Pancas, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, Santa Teresa, São Gabriel da Palha, São Mateus, Sooretama e Vitória.

RISCO ALTO: Alegre, Anchieta, Apiacá, Boa Esperança, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Ecoporanga, Fundão, Guaçuí, Guarapari, Irupi, Itapemirim, Linhares, Marataízes, Montanha, Pedro Canário, Pinheiros, Presidente Kennedy, Rio Bananal, São José do Calçado, Serra, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Valério e Vila Velha.

Confira o pronunciamento na íntegra: