Homem que morreu após acidente com tirolesa no Morro do Moreno havia levado a filha para passear

Geral

Homem que morreu após acidente com tirolesa no Morro do Moreno havia levado a filha para passear

Segundo informações passadas por uma testemunha, João Paulo estava com a filha e uma amiga dela no momento do acidente

Foto: Folha Vitória

Um homem morreu após cair da tirolesa do Morro do Moreno, em Vila Velha, na tarde de sábado (01). Ele fazia uma descida, mas o equipamento não teria desacelerado no final e ele caiu da tirolesa. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi ao local fazer o resgate da vítima, identificada como João Paulo Sampaio dos Reis, mas ele já estava sem vida.

De acordo com informações passadas por uma testemunha, que preferiu não se identificar, a filha de João, que era morador do bairro Morada do Sol, em Vila Velha, estava na segunda fase da tirolesa e não chegou a ver o momento do acidente. 

"A filha dele estava com uma amiguinha. Elas desceram antes dele e na hora que ele desceu, o equipamento não funcionou. A filha não viu a hora do acidente porque ela estava na segunda fase da tirolesa, mas a amiga dela viu. Ele havia levado elas para passear". 

Segundo o Corpo de Bombeiros, por volta das 16 horas, a equipe de Força Tática foi acionada pelo Ciodes para ir ao Morro do Moreno onde o acidente havia acontecido. Quando chegou ao local, a equipe isolou a área.

Os bombeiros informaram que quando chegaram ao local, a vítima, que já estava sem vida, estava sem equipamento referente à prática do esporte (capacete e cintas). 

Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, o responsável por equipar os praticantes da atividade informou que havia retirado o material do corpo da vítima, mas quando foi solicitado que apresentasse o material, ele se recusou a entregar.

A Polícia Civil informou que o corpo da vítima foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para ser identificado e para ser feito o exame cadavérico, que irá identificar a causa da morte. O caso seguirá sob investigação da Polícia Civil, para uma melhor apuração dos fatos, que aguardará o resultado da perícia realizada na tirolesa. Outras informações não serão repassadas para preservar a apuração do incidente.

Por nota, a Prefeitura de Vila Velha informou que o local onde o acidente aconteceu é privado e que os responsáveis devem ser questionados sobre operação e as condições do equipamento, instalado em área particular. A prefeitura ressaltou que o Morro do Moreno é uma área aberta e as atividades estão liberadas, pela classificação de risco do Governo do Estado, desde que atendam requisitos de biossegurança, e que o ocorrido será investigado pelo órgão responsável.

O Notaer chegou a ser acionado para auxiliar no resgate, mas, em seguida, a equipe foi informada de que não precisaria mais ir ao local porque a morte já havia sido constatada. A Guarda Municipal de Vila Velha isolou a área e fez o controle do acesso ao Morro do Moreno durante o trabalho dos bombeiros.

Um dos responsáveis pela empresa disse que estão aguardando o resultado da perícia e que todos estão muito abalados com o ocorrido. 

"Estamos aguardando o resultado da perícia pra retar o ocorrido. Nesse momento estamos muito abalados com o que ocorreu, apesar de todos os procedimentos de segurança serem insistentemente treinados, ocorreu essa fatalidade. No momento estamos tentando contato com os familiares do rapaz para prestar nosso apoio, mas anda sem sucesso, vamos continuar tentando. Em breve falaremos abertamente com a imprensa."

Nas redes sociais, a empresa se manifestou sobre o ocorrido e se colocou à disposição da família. "Pedimos, por favor, que se alguém que o conheça ou a sua família, entre em contato conosco para que possamos prestar nosso apoio."