• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

ONS negocia com prefeituras uso prioritário de água

Geral

ONS negocia com prefeituras uso prioritário de água

Um dos episódios mais críticos ocorre no reservatório de Furnas, em Minas Gerais, onde funciona a hidrelétrica de Mascarenhas. A intenção é evitar levar o caso à Justiça

Rio - O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) negocia com uma série de prefeituras que reservatórios de água sejam destinados prioritariamente para a produção de energia, no lugar de serem usados pela população para os usos residencial e comercial. "Uma questão regional não pode colocar em risco o abastecimento (de energia) nacional", argumentou o diretor-geral do ONS, Hermes Chipp.

Nos casos em que não há consenso entre o Operador e prefeituras, a solução está sendo recorrer à Justiça, com pedidos de liminares, que garantam prioridade ao setor elétrico. Segundo Chipps, até hoje, a Justiça decidiu, em todos os casos, a favor do ONS.

Um dos episódios mais críticos, contou ele, ocorre no reservatório de Furnas, em Minas Gerais, onde funciona a hidrelétrica de Mascarenhas. Para resolver a pendência, a estatal está negociando diretamente com a Prefeitura de Delfinópolis e, segundo o Operador, a intenção é evitar levar o caso à Justiça.

Em geral, a solução do que Chipp classificou como "disputa" pela água tem envolvido prefeituras, o Ministério de Minas e Energia e o Ministério do Meio Ambiente. Esse tipo de embate envolve, sobretudo, cabeceiras de grandes rios, considerados estratégicos para o sistema de abastecimento de energia.