• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

China iça navio que naufragou, mas quase 340 seguem desaparecidos

Geral

China iça navio que naufragou, mas quase 340 seguem desaparecidos

- JIANLI, China, (AE) - A China içou do rio Yangtze o navio Eastern Star, nesta sexta-feira, enquanto as equipes de resgate utilizam guindastes para ajudar nas buscas por quase 340 pessoas ainda desaparecidas. Até agora, foram recuperados 103 corpos.

O foco das equipes mudou da tentativa de encontrar sobreviventes para a retirada de corpos presos no rio desde que o navio de cruzeiro naufragou de repente, durante uma tempestade na noite de segunda-feira, quando fazia uma viagem de Nanjing para Chongqing.

As autoridades atribuíram o acidente ao tempo ruim, mas também colocaram sob custódia policial o capitão e o primeiro engenheiro, que sobreviveram. Parentes das vítimas levantaram dúvidas sobre se o navio deveria ter seguido com o cruzeiro após a tempestade, apesar de um alerta meteorológico ter sido divulgado antes do naufrágio.

Um parente de uma vítima, o conferencista universitário Xia Yunchen, de 70 anos, reclamou diante dos jornalistas reunidos, exigindo uma investigação sobre possível falha humana. "Tirando desastre natural, há outras causas? Não é racional perguntar?"

Muitas das mais de 450 pessoas que estavam no navio eram aposentados. Há 103 mortes confirmadas e 339 desaparecidas e o naufrágio deve se tornar o pior desastre marítimo do país em sete décadas. Os 14 sobreviventes incluem pessoas que acharam bolsões de ar no navio virado e foram retirados por mergulhadores na terça-feira. Há polícias e paramilitares na área, bloqueando o acesso ao local, e as autoridades têm controlado de perto a cobertura da imprensa no caso. Fonte: Associated Press.