Obama: G-7 favorece atuais sanções contra a Rússia e apoia mais

Geral

Obama: G-7 favorece atuais sanções contra a Rússia e apoia mais

Redação Folha Vitória

Elmau, Alemanha - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama afirmou no encerramento do encontro de dois dias do G-7 na Alemanha, grupo dos sete países mais industrializados e economicamente desenvolvidos do mundo, que os EUA e seus aliados "estão unidos" e apoiam a Ucrânia e concordam que as sanções econômicas contra a Rússia devem continuar até que o país cumpra totalmente com o acordo de cessar-fogo, que já foi violado diversas vezes.

O líder dos EUA disse que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, deve decidir se ele quer destruir a economia de seu país em busca do que Obama chama de "desejo teimoso e equivocado de reviver as glórias do Império Soviético".

O presidente norte-americano afirmou que o primeiro passo deve partir da União Europeia (UE), que pretende decidir pela extensão das sanções contra a Rússia em uma reunião futura. Obama também disse que os líderes do grupo ainda não discutiram a implementação de sanções adicionais para aumentar a pressão sobre Putin. Fonte: Associated Press