Preso PM acusado de atirar em dois suspeitos na zona sul de SP

Geral

Preso PM acusado de atirar em dois suspeitos na zona sul de SP

Redação Folha Vitória

São Paulo - O policial militar acusado de atirar em dois suspeitos durante uma perseguição no Jardim São Luís, na zona sul de São Paulo, no início da noite de terça-feira, 23, foi preso administrativamente e afastado de suas atividades operacionais nesta quarta-feira, 24. Imagens exibidas ao vivo por programas de televisão mostraram o momento em que o PM atira nos suspeitos, que estão caídos no chão.

A Polícia Militar informou que as imagens "estão ajudando o trabalho investigativo das polícias e auxiliarão no esclarecimento do que efetivamente ocorreu". A PM e a Polícia Civil instauraram inquéritos para apurar o episódio.

"A Polícia Militar reforça seus valores de transparência, imparcialidade e legalidade, sendo certo que todo e qualquer tipo de não conformidade na atuação policial será objeto de responsabilização nas esferas competentes", informou a corporação em nota.

Perseguição

A perseguição começou por volta das 18 horas na Rua Pais da Silva. Dois homens em uma moto, suspeitos de roubo, de acordo com a PM, fogem dos policiais da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam). Eles atravessam a Ponte João Dias e, na Avenida Maria Coelho Aguiar, os suspeitos jogam um capacete na direção da moto em que está um PM e, em seguida, caem no chão, na frente de uma garagem.

Neste momento, como é possível ver nas imagens do programa "Cidade Alerta", da Record, o policial para a sua moto ao lado e atira ao menos quatro vezes nos dois homens.

Os dois foram socorridos e levados a hospitais da região. Não há informações sobre o estado de saúde deles.