• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Chuva deixa mais de 900 casas destruídas e moradores desabrigados no Estado

Geral

Chuva deixa mais de 900 casas destruídas e moradores desabrigados no Estado

Segundo balanço da Defesa Civil Estadual, os municípios capixabas mais afetados pelo temporal foram Cachoeiro de Itapemirim, São José do Calçado e Aracruz

Chuva destruiu diversos imóveis em Cachoeiro de Itapemirim e em outras cidades capixabas Foto: Leitor | WhatsApp Folha Vitória

Após as fortes chuvas que atingiram parte do interior do Espírito Santo, entre esta quarta (01) e quinta-feira (02), mais de 100 pessoas tiveram de deixar suas casas e mais de 900 residências ficaram danificadas, somente nos três municípios mais afetados pelo temporal: Cachoeiro de Itapemirim e São José do Calçado, no sul do Estado, e Aracruz, no norte. 

De acordo com balanço registrado nesta quinta-feira pela Defesa Civil Estadual, somente em São José do Calçado a estimativa é de 800 casas tenham sido danificadas pelos fortes ventos e queda de granizo.

Ainda segundo a Defesa Civil, em Cachoeiro de Itapemirim foram visitadas 85 residências danificadas, constatando que 24 pessoas estão desalojadas e quatro desabrigadas. 

Em Aracruz, postes foram danificados pelo temporal desta quarta-feira Foto: Leitor | WhatsApp Folha Vitória

em Aracruz, duas pessoas foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros, com ferimentos leves. No município, segundo a Defesa Civil, há 25 casas destelhadas, 35 desabrigados e 50 desalojados.

O órgão constatou, nos três municípios, diversos pontos de alagamento e vários casos de postes, árvores e placas caídas. Edificações públicas como hospitais, escolas e igrejas também foram danificadas. Apesar do grande estrago, nenhum município, até o momento, decretou situação de emergência.

A Defesa Civil Estadual informou que equipes do Corpo de Bombeiros estão presentes nesses municípios, avaliando a extensão dos danos e coordenando as ações de resposta ao desastre. As Defesas Civis Municipais também estão presentes, dando o suporte à população.

Ainda segundo o balanço da Defesa Civil Estadual, também houve registros de chuvas e vendavais em Santa Leopoldina e em outros municípios da região sul do Espírito Santo, como Bom Jesus do Norte, Muniz Freire e Muqui.

Segundo os pluviômetros do Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden), houve registros de acumulados de chuva de 70 mm em Cachoeiro do Itapemirim, 42 mm em Bom Jesus do Norte, 34 mm em São José do Calçado e 28 mm em Mimoso do Sul. Ainda, segundo o Cemaden, os ventos em Aracruz chegaram a picos de 100 km/h.

Previsão de granizo é descartada

São José do Calçado foi atingido por chuva de granizo Foto: ​Reprodução

A chuva de granizo que danificou casas e deixou dezenas de desabrigados no interior do Espírito Santo não deverá se repetir nos próximos dias, de acordo com a previsão do Instituto Climatempo. O instituto, no entanto, havia anunciado antes que havia previsão de pancadas de chuva no sul do Estado e em Vitória, até sábado, podendo inclusive chover granizo nas duas regiões.

Confira a previsão do tempo em seu município!

De acordo com o Climatempo, uma frente fria se afasta, pelo litoral, e ainda pode ocasionar pancadas de chuva em todo o Espírito Santo. As chuvas, inclusive, podem vir acompanhadas de trovoadas e vento forte. No entanto, não há mais previsão de chuva de granizo para o Estado nos próximos dias.