'Ele é puro amor', diz dona de cachorro sumido em VV e que causou emoção na Internet

Geral

'Ele é puro amor', diz dona de cachorro sumido em VV e que causou emoção na Internet

A assistente administrativa não desistiu de reencontrar Duque e encontra apoio em centenas de pessoas nas redes sociais, que compartilham publicações e fotos do animal para ajudar na busca

Duque desapareceu no dia 6 de junho na Glória, Vila Velha Foto: Reprodução Facebook

“Meu companheiro, era da família”, é assim que a assistente administrativa Neuza Specemille define o cachorro de estimação Duque, que desapareceu no último dia 9 de junho no bairro da Glória, Vila Velha. 

Neuza acredita que o cachorro possa ter saído de casa no momento em que a mãe foi jogar lixo na rua. Ela conta que se deparou com o desaparecimento logo quando chegou, pois Duque não estava na porta para recebê-la.

“Quando cheguei em casa percebi que ele não estava. Abri o portão e ele não veio me receber, depois abri a porta do quarto e nada. Comecei a procurar Duque por todos os lugares de casa e nada”, conta.

Desde então, a assistente administrativa não desistiu de reencontrar Duque e encontra apoio em centenas de pessoas nas redes sociais, que compartilham publicações e fotos do animal para ajudar na busca.

“Muito apoio das pessoas e isso ajuda bastante. Tem dia que estou esperançosa, mas em outros não. Aí do nado alguém liga e diz que vou conseguir achar, que vou encontrar Duque. Achei tão bacana esse apoio! No face [Facebook] é ainda mais impressionante. Teve uma menina da Itália, que comentou querendo ajudar na recompensa. Eu disse que não precisava, mas achei legal a preocupação dela e de todos”, explica Neuza.

Há quatro anos e meio com Duque, Neuza diz que adotou o cachorro quando ele estava com muitos problemas de saúde.

“Ele ia fazer cinco anos com a gente em setembro. Adotamos ele bem doentinho, com sarna, anemia e doença de carrapato. Ele fazia companhia pro meu pai, que tem Alzheimer, e era meu companheiro. A gente conversava com ele, todo mundo da família tratava bem. O Duque nunca dormiu no quinta, ficava só em casa com a gente”.

Para conseguir encontrar o cachorro, a assistente ofereceu uma recompensa de R$ 1 mil e pede ajuda das pessoas com cartazes e publicações nas redes sociais. Em um depoimento compartilhado em grupos capixabas no Facebook, Neuza emocionou os internautas:

“Mas se esse alguém estiver com ele queria dizer que ele não gosta de ficar sozinho sempre gosta de ficar perto de alguém. Na ração dele sempre tinha peito de frango desfiado, pois ficou doente uma vez e pra comer acabei acostumando ele assim. Ele é alérgico a produtos de limpeza, então por favor não deixe ele perto quando for limpar a casa. No frio, ele toma banho morno no chuveiro e por favor não esqueça de colocar algodão nos ouvidos por conta da otite. Ele é bonzinho para tomar remédio... É só colocar a seringa do lado da boquinha dele que ele toma direitinho. Ele nunca dormiu em quintal, então arrume um cantinho na sua cama pra ele. Ele nunca come nada a não ser ração e frango desfiado, sem sal por favor. Não dê ossos, ele não sabe comer. Água ele bebe toda hora e por favor não deixe a água dele a noite no quintal. Ele gosta que converse com ele quando chegar do serviço e fazer massagem no seu pescoço. Ele gosta muito de brincar com garrafa pet com tampa até conseguir tirar. E se você estiver sentado em cadeira com certeza vai querer sentar no seu colo. Quando chegar do trabalho, toda atenção tem que ser pra ele primeiro e ele vai retribuir. Se for pra sala ver TV, ele vai querer deitar no sofá junto. Quase não chamava ele pelo nome, sempre o chamava de filho. E por favor não bata, pois ele nunca precisou de apanhar, mas obedecia muito bem quando ficava no cantinho do castigo deitadinho. Depois converse com ele o porquê ficou de castigo, ele vai entender. Ele é puro amor ... então tente retribuir por favor" (Depoimento retirado da rede social de Neuza Specemille)

Saiba como ajudar: