Laudo conclui que ônibus de acidente que matou 18 estava acima da velocidade

Geral

Laudo conclui que ônibus de acidente que matou 18 estava acima da velocidade

Redação Folha Vitória

São Paulo - O laudo da perícia sobre o acidente com um ônibus que matou 18 pessoas na rodovia Mogi-Bertioga, no dia 8 de junho, concluiu que o "veículo estava acima da velocidade permitida e que os freios apresentavam deficiência causada por desgaste excessivo". A informação foi dada pelo secretário da Segurança Pública do Estado de São Paulo, Mágino Alves, em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira, 24.

Segundo a perícia, a manutenção dos freios era inadequada. De acordo com Mágino Alves, os responsáveis pela manutenção do ônibus podem ser punidos.

O ônibus que levava universitários de Mogi das Cruzes para São Sebastião, após o término das aulas, tombou na noite do dia 8, em um trecho sinuoso de uma serrinha, no km 84 da rodovia Mogi-Bertioga. O motorista teria perdido o controle ao fazer uma curva. O ônibus tombado atravessou a pista colidiu com um barranco rochoso.