• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Bebê de sete meses morre após trabalho de parto no Paiçandu

Geral

Bebê de sete meses morre após trabalho de parto no Paiçandu

Uma jovem de 24 anos entrou em trabalho de parto na tarde de quarta-feira, 6, em um barraco montado no Largo do Paiçandu, no centro da cidade, onde ocorreu o desabamento do edifício Wilton Paes de Almeida, na madrugada de 1º de maio. O bebê de sete meses nasceu dentro da viatura do Corpo de Bombeiros, mas chegou sem vida à Santa Casa de Misericórdia, onde a mãe, Jackeline Silva Moraes, segue internada.

Na noite de terça-feira, 5, a moradora já começou a sentir dores. "Ela estava com muita dor. O marido queria levar a Jackeline ao hospital, mas ela não quis ir. Foram dormir. Na quarta-feira, ela ainda estava sentindo dores. À tarde, a bolsa estourou. Chamamos os policiais que estavam na região para ajudar e ligamos para o Corpo de Bombeiros. Eles demoraram mais de 20 minutos para chegar. Deu para ver que os pés do bebê saíram primeiro, por isso não resistiu e morreu dentro da ambulância", lamentou Ana Paula, que também está no acampamento improvisado.

Por volta das 18h10 de quarta-feira, o Corpo de Bombeiros foi acionado pelos moradores. De acordo com a corporação, o parto já havia começado no momento em que a equipe chegou ao local. A gestante deu à luz dentro da viatura, mas o recém-nascido estava em parada cardíaca. Apesar de esforços de ressuscitação, o bebê não resistiu e faleceu a caminho do hospital. A criança se chamaria Rafaela Vitória.

Em nota, a Santa Casa informa que a paciente Jackeline permanece internada no Departamento de Ginecologia e Obstetrícia. Ela apresenta quadro médico estável e em programação de alta.

A Polícia Militar esclarece que no início da noite desta terça-feira foi acionada para atendimento emergencial a uma gestante que já estava em trabalho de parto, na região central da capital.

De acordo com informações preliminares, a primeira equipe a chegar constatou que o bebê se encontrava em uma posição "sentada", caracterizando o chamado "parto pélvico".

"Verificando tal situação, houve o acionamento de equipe do Corpo de Bombeiros que, ante a situação deu o suporte necessário, fazendo o deslocamento da mãe e bebê à Santa Casa de Misericórdia. O bebê, infelizmente, faleceu", destacou a nota.

O Corpo de Bombeiros ainda não se pronunciou sobre o caso.