EUA: pré-escola usa cantiga de ninar para ensinar treino contra tiroteios

Geral

EUA: pré-escola usa cantiga de ninar para ensinar treino contra tiroteios

Mãe de criança mostra no Twitter cartaz de escola infantil onde letra de cantiga é usada para 'ensinar' crianças a se proteger em caso de tiroteio

Cartaz em escola infantil traz cantiga adaptada como treinamento contra tiroteios | Foto: Reprodução Twitter

Uma mãe norte-americana, moradora do estado de Massachusetts, publicou em sua conta no Twitter a foto de um cartaz da pré-escola onde matriculou seu filho. No papel, uma famosa cantiga infantil foi usada para ensinar as crianças a se protegerem em caso de tiroteio.

A coordenadora de estratégias digitais Georgy Cohen, moradora da cidade de Somerville, postou na última quarta-feira a foto abaixo, com uma versão da cantiga "Twinkle, Twinkle, Little Star" ("Brilha, brilha, estrelinha", em português), adaptada para a atual realidade dos EUA, onde apenas em 2018 já aconteceram 23 tiroteios em escolas.

"Isto não deveria estar pendurado na sala do meu futuro aluno", escreveu a mãe. Em seguida, ela diz que pressionará os congressistas em quem votou para reformar as leis de acesso às armas do país, relembrando o massacre na escola infantil de Sandy Hook, em dezembro de 2012, quando 20 crianças e 8 adultos foram mortos por um atirador.

Depois, com a repercussão da foto, que foi compartilhada milhares de vezes na rede social, ela postou mais um comentário.

"Só vou fazer mais um comentário sobre isso: a escola está fazendo exatamente o que deveria, fico feliz por isso. Meu problema é com os fatores políticos e culturais que nos trouxeram a essa triste situação. Por favor, falem com seus congressistas sobre a necessidade de reformas nas leis de armas", completou.

Letra adaptada

"Twinkle, Twinkle, Little Star" foi escrita em 1800, pela poetisa britânica Jane Taylor, e é uma das cantigas de ninar mais conhecidas do mundo. Na escola do filho de Georgy Cohen, a letra fala de 'lockdown', a expressão usada para quando uma escola é fechada em situações de emergência, como um tiroteio.

Em tradução livre, a versão da pré-escola fica:

"Tranque, tranque, tranque a porta

Desligue as luzes, fique quieto

Vá para trás da escrivaninha e se esconda, espere até ficar seguro

Tranque, tranque, já acabou, já é hora de brincar de novo".

Fábio Fleury, do R7!