Inspetor penitenciário morre em decorrência do novo coronavírus

Geral

Inspetor penitenciário morre em decorrência do novo coronavírus

A morte do inspetor Flávio Pinheiro Rodrigues também foi confirmada pela Sejus, que informou que o servidor estava afastado há 15 dias

Foto: TV Vitória

Mais um servidor público do Espírito Santo morreu em decorrência da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Dessa vez, a vítima foi o inspetor penitenciário Flávio Pinheiro Rodrigues. Esta é a primeira morte pela doença na categoria.

A nota de pesar pela morte do inspeto foi publicada nas redes sociais pelo sindicato da categoria. O Sindaspes recebeu a informação na tarde deste domingo (31) e lamentou a morte do servidor.

A morte de Flávio também foi confirmada pela Secretaria da Justiça (Sejus), que informou ainda que o servidor estava afastado há 15 dias, logo após sentir os primeiros sintomas da doença.

A reportagem da Rede Vitória tentou contato com a família do inspetor para saber como foi esse processo do diagnóstico até a morte. No entanto, uma amiga da família disse que a esposa e os filhos não estão em condições de falar. 

Este é o primeiro caso de morte pelo novo coronavírus registrada entre os servidores do Sistema Prisional do Espírito Santo. Segundo a secretaria, até o momento, 10 internos e 22 servidores foram diagnosticados com a doença. Sobre casos de óbitos, até o momento foram contabilizados dois na população carcerária. O último caso ocorreu no dia 30 de abril.

O paciente era um detento idoso, que ficou internado por 11 dias, no Hospital Jayme Santos Neves, na Serra. segundo os médicos, ele foi internado com quadro de pneumonia e teve complicações, devido à contaminação pelo novo coronavírus. Aos 78 anos, o detento cumpria pena por homicídio há seis anos na Penitenciária de Segurança Média 1, em Viana.

*Com informações da repórter Jéssica Cardoso, da TV Vitória / Record TV