Assistentes sociais começam a ser vacinados no ES; saiba quem tem direito

VACINAÇÃO NO ESPÍRITO SANTO

Geral

Assistentes sociais começam a ser vacinados no ES; saiba quem tem direito

A Prefeitura de Cariacica, por exemplo, ainda não incluiu os trabalhadores das organizações da sociedade civil no grupo prioritário

Foto: Claudio Postay/Prefeitura de Cariacica

Um novo grupo começou a ser vacinado contra a covid-19 nesta quinta-feira (10), no Espírito Santo. Trata-se dos trabalhadores da área de assistência social. Terão direito à imunização cerca de 9,5 mil trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e 600 integrantes de conselhos tutelares.

No entanto, a estimativa do governo estadual é que esse número seja menor, já que parte desses trabalhadores já foi imunizada por outros critérios, como idade e grupos de risco. 

As datas para a imunização desse grupo dependem das prefeituras. No entanto, ainda há dúvidas sobre quais assistentes sociais poderão receber a vacina contra a covid-19.

É o caso de Susete Fernandes da Silva Rodrigues, assistente social há mais de 13 anos. Integrante do SUAS, ela conta que tentou, mas não conseguiu fazer o agendamento da vacina em Cariacica. "Liguei para a prefeitura, mas disseram que eu não havia sido contemplada", lamentou.

Ela conta que a Prefeitura de Cariacica priorizou os profissionais da assistência social que atuam nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e nos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). Os que trabalham em organizações da sociedade civil, as antigas ONGs, não entraram no grupo prioritário.

Cariacica tem 13 OSCs, todas com assistentes sociais. A prefeitura do município disse que fez desta forma por conta do número de doses, que são poucas. Informou ainda que, assim que novas doses forem disponibilizadas, todos os profissionais do Suas serão imunizados.

Reserva técnica

Para acelerar a vacinação, as prefeituras estão liberadas para utilizarem a reserva técnica, ou seja, as vacinas que ficam guardadas para garantir a segunda dose de quem tomou a primeira.

"Pedimos aos municípios que estão com reserva de doses para iniciar a vacinação desses profissionais ainda nesta semana, e naqueles que não tem, iniciaremos na próxima semana, com a chegada de novas doses. Com essa estratégia de vacinar as categorias mais expostas, estamos tentando impedir que novas ondas cheguem ao nosso estado", destacou o governador Renato Casagrande.

A assistente social Kátia Maria Soares Mendes, que atua na Serra, conta que já começou a correr atrás do agendamento. "Aqui no município ainda não iniciou o agendamento. Nós já estamos emitindo as declarações para a secretária da pasta assinar, e o agendamento está previsto para acontecer nesta semana, para iniciarmos a vacinação na próxima semana, aqui no município da Serra", frisou.

Com informações do repórter Lucas Henrique Pisa, da TV Vitória/RecordTV