Cidade do ES já está vacinando pessoas com 35 anos sem comorbidades

Geral

Cidade do ES já está vacinando pessoas com 35 anos sem comorbidades

Secretário de Saúde de São Mateus afirmou que a imunização é realizada por regiões do município

Iures Wagmaker

Redação Folha Vitória
Foto: Prefeitura de São Mateus
Localidade de Santa Maria já vacinou população de 35 a 39 anos

As cidades da Grande Vitória abrem, a partir desta segunda-feira (21), o agendamento para as pessoas sem comorbidades com 40 anos ou mais. Enquanto isso, uma cidade da região Norte do Espírito Santo se destaca pela vacinação adiantada do público geral.

No último sábado (19), pessoas com 35 anos ou mais, moradoras do distrito de Santa Maria, em São Mateus, receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19. Foram mais de 200 aplicações.

Em entrevista ao Jornal Online Folha Vitória, o secretário de Saúde do município, Henrique Luis Follador, explicou que a estratégia de vacinação na cidade segue as diretrizes da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). No entanto, cada localidade de São Mateus atende o público de acordo com a necessidade.

"A ideia é avançar com certeza. No entanto, o que houve em Santa Maria foi otimização de doses. Os frascos da Pfizer são multidoses e vencem depois de diluídos. As doses precisam ser usadas. Como não havia mais pessoas da faixa etária de 40 anos, vacinamos com as doses o público de 35 acima, com respaldo na Resolução da CIB que dá essa orientação", explicou.

Na semana passada, em entrevista à rádio Jovem Pan News Vitória, o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, esclareceu que cada município tem autonomia para avançar no público por faixa etária, desde que 90% do público anterior já esteja imunizado.

"Estamos recomendando aos municípios que não deixem ninguém para trás. Pelo menos 90% do público da faixa etária precisa ser vacinado, antes que haja avanço na faixa etária inferior. Os municípios têm respeitado isso", afirmou Nésio Fernandes.

O secretário de Saúde de São Mateus disse que, apesar do avanço, não há expectativas ou previsões para aplicação em novos públicos em outras localidades da cidade, uma vez que isso depende do recebimento de novas doses dos imunizantes.

"Recebemos um novo lote das vacinas da Coronavac, que serão utilizadas para a aplicação da segunda dose em quem já aguarda há mais tempo. São cerca de 2 mil pessoas na fila. Além disso, precisamos avançar na D2 de outros públicos prioritários, que já estão no prazo", disse.

No mapa de risco em vigor nesta semana, São Mateus está classificado no risco moderado. Até a última semana, 51.542 doses da vacina já tinham sido aplicadas na cidade, entre primeira e segunda dose.