'Muralha eletrônica' para impedir furto de veículos começa a ser instalada em Vila Velha

Geral

'Muralha eletrônica' para impedir furto de veículos começa a ser instalada em Vila Velha

Há possibilidade de integração entre sistemas com software parecidos, como o de Vitória, aumentando a possibilidade de recuperação de um veículo

Foto: TV Vitória

Depois da implantação e efetividade do cerco eletrônico em Vitória, a cidade vizinha, Vila Velha, também vai contar com um sistema de videomonitoramento para monitorar e coibir os furtos e roubos de veículos na cidade. O sistema está em fase de implantação e deve começar a funcionar na primeira quinzena de julho.

Nos últimos dias, os equipamentos instalados na Avenida Vale do Rio Doce, em São Torquato, em frente à sede da Polícia Federal, chamaram a atenção de quem passava pelo local. Houve especulações de que tratava-se de um sistema de radares eletrônicos.

No entanto, em entrevista ao programa Espírito Santo no Ar, da TV Vitória/Record TV, desta segunda-feira (14), o prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo, esclareceu que os equipamentos fazem parte de um novo sistema que está em fase de implantação na cidade. Ao todo, 53 pontos do município serão monitorados.

"É a muralha eletrônica da cidade de Vila Velha. Estamos espalhando videomonitoramento nas entradas e saídas de todos os pontos da cidade e, também, dentro da cidade, em alguns pontos específicos estudados pela Secretaria de Segurança Pública para que a gente possa monitorar os veículos furtados em Vila Velha", explicou.

Borgo destacou que o programa de inteligência artificial vai ajudar a recuperar os veículos roubados na cidade, a exemplo do funcionamento do cerco eletrônico de segurança da capital.

"Esse software também vai verificar os veículos clonados. Se passar um veículo com placas suspeitas em um curto espaço de tempo, serão acionadas as forças de segurança para fazer investigações e avaliar os veículos que entram e saem da cidade. É o mesmo software utilizado em Nova York, por exemplo".

Interligação

De acordo com o prefeito, outra possibilidade é a de integração entre sistemas com software parecidos, aumentando ainda mais a possibilidade de recuperação de um veículo.

"O sistema é o mesmo da Prefeitura de Vitória e os dois podem conversar entre si. Vamos potencializar a região metropolitana e podemos interligar, inclusive, com o videomonitoramento de shoppings e condomínios que tiverem os sistemas compatíveis".

Muralha eletrônica

O sistema já era uma promessa do prefeito Arnaldinho Borgo. Em uma entrevista concedida para a rádio Pan News Vitória, por ocasião dos 100 dias de gestão, a previsão era de que o sistema entrasse em funcionamento em maio.

Agora, a previsão é que o sistema comece a funcionar na primeira quinzena de julho, operando 24 horas por dia. A instalação nos primeiros 53 pontos servirão para conhecer o sistema e há perspectiva para que novos equipamentos sejam instalados em outros pontos do município.

Cerco em Vitória

Implantado em abril de 2018, o Cerco Inteligente de Segurança da Prefeitura de Vitória já recuperou mais de 350 veículos furtados ou roubados com a ajuda do sistema e se confirma como uma importante ferramenta para a Guarda Municipal.

O sistema conta com 86 câmeras, instaladas em 24 barreiras. Elas registram a foto dos carros e as placas são "lidas" pelo equipamento, que armazena a informação na base de dados. Caso haja uma restrição de furto ou roubo ou mesmo um indicativo de suspeita emitido pelas forças de segurança, será disparado um alerta na Central de Videomonitoramento da Guarda Civil Municipal.

Os operadores repassam todas as informações do carro, tais como trajeto, cor e modelo, ao Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes), que solicita a abordagem pelas equipes da Guarda ou da Polícia Militar.

*Com informações do repórter Arleson Schneider, da TV Vitória/Record TV