Dino (divulgador de notícias)

Geral

Proptech avança na negociação de terrenos no Brasil

A proptech Terreno Livre assumiu o segmento de áreas no Brasil e tem evoluído trazendo tecnologia para o setor, auxiliando proprietários, corretores e empresas que prospectam terrenos por todo o território nacional.

Foto: Divulgação/DINO

Nos últimos anos, o mercado imobiliário brasileiro vem passando por transformações significativas, devido ao surgimento de diversas startups que fomentam tecnologia e inovação no setor. O QuintoAndar, por exemplo, vem atuando com a locação de casas e apartamentos, e recentemente teve um crescimento de 40% no setor de vendas. Olhando para um nicho mais específico, nasceu a pouco mais de três anos a proptech Terreno Livre, que vem apostando no segmento de terrenos com o propósito de facilitar a forma como são realizadas as negociações no Brasil. A empresa que nasceu em Belo Horizonte em 2020 e se transferiu para São Paulo em 2022, se tornou no mesmo ano uma das vencedoras do prêmio proptech do ano pelo Secovi-SP.

Segundo estudo realizado com 47 incorporadoras e construtoras pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) em parceria com a Deloitte, 97% das empresas entrevistadas do MCMV (Minha Casa Minha Vida) e 93% das empresas de MAP (Médio e Alto Padrão) pretendem lançar imóveis ou adquirir terrenos nos próximos 3 a 12 meses. O Terreno Livre utiliza uma combinação de tecnologia e uma abordagem personalizada para conectar proprietários, corretores e empresas que estão em busca de terrenos. "Portais de imóveis tradicionais podem não ser específicos e nichados em áreas e terrenos, é um mercado específico que o Terreno Livre conseguiu abraçar", conta Sérgio Teixeira, um proprietário de terreno dentro da plataforma.

"Os terrenos são diferentes dos outros imóveis, são negociações complexas e morosas. No mercado de locação de imóveis por temporada, onde o Airbnb dobrou sua demanda em 2023 no Brasil com sua operação, o mercado de short-stay roda basicamente num modelo onde a reserva é finalizada 100% dentro de uma plataforma, com o pagamento com cartão de crédito do inquilino. No universo de aquisição ou locação/arrendamento de áreas e terrenos, nosso foco foi entender a dinâmica deste mercado e levar nosso negócio com tecnologia até um certo ponto, onde mesclamos o serviço de um especialista que conduz cada contexto e negociação das partes, até o seu êxito. E assim nasceram também as Captações Dedicadas, serviço acoplado à plataforma que disponibiliza profissionais de desenvolvimento imobiliário e novos negócios, para trabalhar de forma personalizada com cada empresa cliente desde o início - tendo como objetivo que os imóveis que recebemos de proprietários e intermediadores, atendam especificamente às suas necessidades, seja na área de incorporação, loteamento, energia, varejo, indústria ou agronegócio - nossos principais segmentos de atuação", contextualiza Fábio Bertini, líder do time de Captações Dedicadas na empresa. Fábio possui experiência em escalar negócios de alto desempenho, incluindo a fundação e venda bem-sucedida da startup de real estate Uotel para o Grupo Loft - hoje como Chief Growth Executive e um dos sócios-diretores na Terreno Livre. 

O novo Plano Diretor da cidade de São Paulo ampliou a oferta de terrenos para as incorporadoras, facilitando a negociação de vagas de garagem nos empreendimentos e incentivando a diversificação das tipologias dos novos apartamentos. A expectativa é de que os primeiros empreendimentos erguidos sob as novas regras comecem a surgir no mercado ao longo deste ano, e os lançamentos ocorram em 2025. Com a regulamentação mais recente, as construtoras se preparam para uma guinada no mercado imobiliário. O preço dos terrenos deve desacelerar comparado ao ritmo de crescimento verificado nos últimos anos.

"A partir do momento que nos associamos ao Terreno Livre, nossos terrenos foram acessados por empresas de diversos segmentos do Brasil - atingindo mais do que apenas nossa rede de relacionamentos. Como corretor, agora com a tecnologia e ajuda dos profissionais da Terreno Livre estamos otimistas com as novas possibilidades de negócios”, complementa o corretor Aramis Luiz da Cunha, da imobiliária Costa Nova Imóveis.

Sobre a Terreno Livre:

Fundada em meados de 2020, a Terreno Livre investe no ecossistema de áreas e terrenos em todo país, a fim de ampliar as opções de negócios para proprietários ou intermediadores (corretores e imobiliárias). Atualmente, a empresa conta com mais de 22 mil terrenos consultados, 6 mil negociações entre empresas e ofertantes, e mais de 54 terrenos recebidos diariamente na plataforma, por todo o Brasil.

Pontos moeda