Frota de motos aumenta mais de 300% em dez anos no Estado

Geral

Frota de motos aumenta mais de 300% em dez anos no Estado

O município de Vila Velha é o que tem mais motos no Espírito Santo. Mesmo com o aumento da frota, concessionárias reclamam de queda nas vendas

Em 2004 eram 126 mil motocicletas, e atualmente são 381 mil Foto: TV Vitória

Até maio deste ano o número de motos no Estado era de 381 mil unidades. Em 2004 eram 126 mil motocicletas. Um aumento de 301% em dez anos. Vila Velha é o município com mais motos, com 31 mil. Cariacica está em segundo lugar, com 29 mil; Serra em terceiro, com 25 mil; seguida por Vitória, com 20 mil motos.

Mas as concessionárias de motocicletas também reclamam de quedas nas vendas há três anos seguidos, e acreditam fechar 2014 com redução de 6% a 8% na comercialização. Jânio de Paula, gerente de concessionária, reclama da falta de incentivo do governo e dificuldade de crédito.

“Nós não temos mais um subsídio do governo como foi para o carro, com a retirada do IPI. No ano passado também houve uma grande inadimplência no mercado, e isso dificultou a liberação de crédito para motocicletas”, disse.

Sensação de liberdade, agilidade no trânsito e economia. Assim o socorrista Kristiano Figueira de Souza definiu o que é ter uma moto. Ele já era fã antes mesmo de ter uma. Assim que conseguiu seu primeiro emprego, ainda jovem, juntou dinheiro e comprou uma motocicleta. Kristiano já viu muitos acidentes de moto e ele mesmo sofreu quatro. 

De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito, sete em cada dez acidentes de trânsito, no Brasil, tem uma motocicleta envolvida. “A maioria dos acidentes é imprudência do condutor da motocicleta”, afirmou o socorrista.