França nega pedido de asilo para Julian Assange

Geral

França nega pedido de asilo para Julian Assange

Redação Folha Vitória

Paris - A França negou um pedido de asilo de Julian Assange, um dos criadores e principal porta-voz do WikiLeaks, informou o governo francês nesta sexta-feira.

A decisão ocorreu em resposta a uma carta aberta que Assange escreveu para o presidente da França, François Hollande - publicada pelo jornal Le Monde - alegando que suas atividades fizeram dele um alvo de perseguição política.

"Eu sou um jornalista perseguido e ameaçado de morte pelo governo dos Estados Unidos por causa das minhas atividades profissionais", Assange escreveu.

Hoje, o governo de Hollande afirmou que recebeu a carta. De acordo com o presidente, o pedido não preencheu os critérios do país para garantir asilo, pois a situação de Assange "não apresenta perigo imediato", disse.

Assange vive na embaixada do Equador em Londres desde 2012 para evitar a extradição para a Suécia, aonde enfrenta uma investigação sobre abuso sexual. Assange negou as acusações de que estuprou uma mulher e molestou outra durante uma viagem para Estocolmo em 2010. Fonte: Dow Jones Newswires.