Líder da Al-Qaeda morre em ataque aéreo dos EUA no Afeganistão

Geral

Líder da Al-Qaeda morre em ataque aéreo dos EUA no Afeganistão

Redação Folha Vitória

Irbil, Iraque - O Secretário de Defesa dos Estados Unidos, Ash Carter, afirmou nesta sexta-feira que um ataque aéreo lançado pelo país no Afeganistão matou recentemente Abu Khalil Al-Sudani, comandante operacional da Al-Qaeda.

De acordo com Carter, que está em visita no Iraque, o ataque aéreo ocorreu no dia 11 de julho e Al-Sudani era o chefe das operações suicidas e de explosão da Al-Qaeda. O Secretário de Defesa norte-americano também afirmou que o militante estava diretamente ligado a planos de ataque aos EUA e também dirigia operações contra as forças do Afeganistão e do Paquistão, aliadas dos EUA.

Carter ainda disse que outros dois "extremistas violentos" foram mortos no ataque aéreo, mas não revelou seus nomes. O bombardeio ocorreu na província de Paktika, na fronteira com o Paquistão.

Um oficial do exército norte-americano em Cabul afirmou que Al-Sudani era muito próximo de Osama Bin Laden, tendo lutado juntos na guerra do Afeganistão contra a invasão da União Soviética, iniciada em 1979. "A morte de Al-Sudani ajuda a destruir as operações de comando e controle da Al-Qaeda ao redor do mundo", disse. Fonte: Associated Press.