Inspetora penitenciária tem pescoço cortado por linha de pipa em Vitória

Geral

Inspetora penitenciária tem pescoço cortado por linha de pipa em Vitória

Ela também feriu o ombro e quebrou a perna, já que perdeu o perdeu o equilíbrio e soltou a direção da moto batendo contra uma pedra. A inspetora precisa de doações de sangue

No acidente, Patrícia também quebrou a perna Foto: Reprodução Facebook

Uma linha de pipa com cerol quase tirou a vida da inspetora penitenciária, Patrícia Martins Julião, de 32 anos. Ela seguia de moto para do bairro Inhanguetá para Santo Antônio, ambos em Vitória, quando teve o pescoço cortado.

Ela também feriu o ombro e quebrou a perna, já que perdeu o perdeu o equilíbrio e soltou a direção da moto batendo contra uma pedra. No acidente, registrado no último domingo (12), por pouco, a inspetora não teve o dedo mínimo da mão decepado.

“Eu vi a criança correndo, diminui a velocidade, e achei que a linha já tinha passado quando ela agarrou no meu pescoço e senti cortar”, contou Patrícia.

A inspetora realiza o mesmo trajeto todos os dias para trabalhar. Agora ela espera a perna, que está com pinos, desinchar para passar por uma cirurgia para reparação dos ossos. Em seguida, passará por uma operação para recuperar o dedo que quase foi decepado.

“Quase perdi minha vida por causa de uma linha”, disse Patrícia. O corte foi tão profundo que a inspetora precisou receber três bolsas de sangue. E para a cirurgia da perna será preciso doações de qualquer tipo sanguíneo, que podem ser feitas no Hemoes, em Vitória.

PARA DOAR:
Hemoes, em Maruípe, Vitória.
Horário: de segunda a sábado, das 7h às 17h30.
Tel.: 3636-7900 /7920/21