Prima de jovem que dirigia carro que caiu no Rio Jucu ainda respira com ajuda de aparelhos

Geral

Prima de jovem que dirigia carro que caiu no Rio Jucu ainda respira com ajuda de aparelhos

Também estavam no carro o noivo de Mayara o jovem Thiago Lazarini Sabino, Luiz Henrique Vieira de Souza e Hyohan Lucas de Freitas Nunes que morreram no local

Juliana, sobrevivente do acidente, não tem previsão de alta  Foto: TV Vitória

A jovem Juliana da Silva Vieira, uma das sobreviventes de um grave acidente na BR 101, no último domingo (10), continua internada na UTI neurológica do Hospital Meridional, onde permanece sedada e respirando com ajuda de aparelho. A jovem, que não tem previsão de alta hospitalar, é prima de jovem Mayara Azevedo que conduzia o carro de passeio, que caiu no Rio Jucu.

Mayara foi autuada por lesão corporal e triplo homicídio culposo, ou seja, quando não há intenção de matar. Ela foi transferida para o presídio de Viana na manhã da última segunda-feira (11), mas no final do dia participou de uma audiência de custódia onde foi arbitrada fiança de R$ 15 mil. O valor foi pago e a motorista responderá ao processo em liberdade.

Além de Mayara e sua prima Juliana, também estavam no carro o noivo de Mayara o jovem Thiago Lazarini Sabino, Luiz Henrique Vieira de Souza e Hyohan Lucas de Freitas Nunes que morreram no local do acidente.

No dia do acidente Mayara foi submetida ao teste do bafômetro por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o resultado foi positivo para a ingestão de bebida alcoólica com resultado de 0,24 miligramas de álcool por litro de ar expelido. O limite para crime de embriaguez é 0,34 mg/l.