Líder socialista minimiza críticas de governos a votação na Venezuela

Geral

Líder socialista minimiza críticas de governos a votação na Venezuela

Redação Folha Vitória

Caracas - O líder do Partido Socialista da Venezuela, Diosdado Cabello, minimizou as críticas de governos estrangeiros, que afirmaram que não irão reconhecer os resultados da votação para a composição de uma Assembleia Constituinte no país, convocada pelo presidente Nicolás Maduro.

"O que importa o que o mundo pensa?", questionou Cabello, ao dizer que a Venezuela decidiu ser livre da intromissão estrangeira. Ele afirmou, ainda, que a eleição deste domingo foi uma "vitória ética e moral sobre o direito da Venezuela".

Um número crescente de nações estrangeiras prometeu não reconhecer a Assembleia Constituinte que Maduro e seus aliados prometeram para reforma a Constituição do país. Neste domingo, Brasil, Peru, Argentina, Canadá, Espanha, Costa Rica, Estados Unidos e México anunciaram que não reconheceriam os resultados. Colômbia e Panamá disseram, anteriormente, que não consideravam legítima a iniciativa. Fonte: Associated Press.