• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Ceturb vê dificuldades em operar Transcol na rodoviária de Vila Velha

  • COMPARTILHE
Geral

Ceturb vê dificuldades em operar Transcol na rodoviária de Vila Velha

Com a interdição do Terminal do Transcol de Itaparica, a prefeitura de Vila Velha disponibilizou o espaço da rodoviária, que opera linhas intermunicipais bem ao lado do terminal, mas a Ceturb vê empecilhos técnicos

O terminal de Itaparica, em Vila Velha, está interditado por tempo indeterminado devido ao risco de desabamento da estrutura | Foto: Folha Vitória

Para tentar uma solução paliativa enquanto dura a interdição do terminal de passageiros do Transcol de Itaparica, em Vila Velha, a prefeitura canela verde ofereceu nesta terça (24) à Companhia Estadual de Transportes Urbanos de Passageiros (Ceturb) a possibilidade de transferir ao menos parte das operações das linhas para o terminal rodoviário existente ao lado, que pertence ao município e é usado por empresas que fazem transporte intermunicipal. 

No entanto, o diretor-presidente da Ceturb, Alex Mariano, apesar de não descartar de pronto a opção, elencou uma série de dificuldades técnicas que, segundo ele, impediriam a eficácia da solução paliativa. E disse que o plano de contingência desenvolvido pelos técnicos do órgão está trazendo melhorias na prestação do serviço, com a realocação de linhas e a disponibilização de mais ônibus nesse período. "Hoje mesmo colocamos mais 15 ônibus para circular", informou.

A primeira dificuldade listada pelo diretor é o que fazer com os ônibus que vêm de outros municípios. "Onde eles iriam operar?", questiona. A rodoviária conta com sete baias, enquanto no terminal de Itaparica há 32 baias para as linhas alimentadoras, além de 28 linhas troncais que fazem parada no local.

Mariano afirma que, mesmo para transferir apenas uma parte da operação do sistema, seria necessário instalar equipamentos, como validadores para o acesso à pé, além de obras de acesso aos pedestres. A engenharia viária é outra dificuldade, de acordo com o diretor, pois o acesso para os ônibus é limitado, e o retorno teria que ser feito muito distante. 

"Na sexta, quando decretei a interdição, solicitei o uso daquele espaço (a rodoviária de Vila Velha) para duas linhas que em sua maioria conduzem trabalhadores e prestadores de serviço do shopping que fica ao lado. No entanto, após conversas com a direção do shopping, as linhas estão fazendo parada em frente ao shopping, pois vimos que ficou melhor assim", disse Mariano, informando que agora são quatro linhas fazendo parada no local indicado.

"Vamos analisando em meio ao processo, se houver necessidade é bom saber que está disponível, mas no momento manter o plano que traçamos é melhor do que ocupar aquele espaço", finalizou o diretor.

A interdição

Interditado desde a semana passada por tempo indeterminado, o terminal de passageiros do sistema Transcol de Itaparica, em Vila Velha, deixa milhares de usuários prejudicados. A interdição se faz necessária devido a descoberta de falhas no projeto e na execução das obras que comprometem a segurança, com risco de desabamento da estrutura. O risco é atestado em um laudo técnico foi encomendado a uma empresa especializada pela Ceturb, o que levou o Governo do Estado a anunciar que vai processar as empresas responsáveis pelo projeto e pela execução das obras do terminal.