• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Fraldas ecológicas e modernas garantem saúde, economia e sustentabilidade

Geral

Fraldas ecológicas e modernas garantem saúde, economia e sustentabilidade

Os benefícios proporcionados pelo uso da fralda reutilizável variam desde à saúde do bebê até a fatores ambientais - o plástico leva cerca de 400 anos para se degradar.

Ana Julia Chan

Redação Folha Vitória
Foto: Divulgação Amarelinha Fraldas / Fabiana Louzada

Há cerca de 2 anos e meio, depois de perceber que seu filho apresentava alergia às fraldas convencionais, a jornalista Patrícia Bravin resolveu investir no "novo" negócio e produzir fraldas de pano, mas das modernas. “Eu comecei a estudar profundamente o assunto e descobri que o gel presente nas fraldas de plástico é composto por um polímero derivado do petróleo, que aumenta a capacidade de absorção do xixi e neutraliza o odor, é muito químico e, consequentemente, faz mal para os bebês”, comenta.

Em busca de economia, sustentabilidade e mais conforto para os bebês, surgiram as fraldas de pano modernas. "Modernas" porque não é mais preciso usar alfinetes, por exemplo, elas já vêm com seus próprios botões. Inúmeras marcas nacionais têm investido na ideia, inclusive a capixaba Amarelinha fraldas.

Depois de muitos estudos e pesquisas, a solução encontrada foi fazer um novo enxoval, desta vez, com fraldas reutilizáveis. “Como eu já tinha feito três chás de fraldas, eu tinha muitas, então resolvi doar todas e investir num enxoval de fraldas reutilizáveis. Importei algumas, que não foram muito boas porque não eram feitas para o clima do Brasil, e também comprei de algumas produtoras nacionais”, conta a jornalista.

Bebê utilizando fralda ecológica Foto: Divulgação Amarelinha Fraldas / Fabiana Louzada

A mãe Tatiely Araújo, 31 anos, também justifica a substituição das fraldas descartáveis pelas fraldas de pano por conta da alergia. “Comecei a usar quando a minha filha mais velha tinha 5 meses. Ela teve uma alergia muito feia e, a partir daí, eu comecei a procurar alternativas para substituir a fralda descartável. Comecei a pesquisar e descobri as fraldas ecológicas”, relata.

A costura sempre esteve presente na vida de Patrícia, então ela logo pensou na possibilidade de produzir suas próprias fraldas. Segundo a fundadora da Amarelinha, de início, ela não pensava em vender para outras pessoas: “Eu cresci num atelier de costura, então comecei a aprimorar o molde das fraldas e comprar material para ver se conseguiria fazer para o meu filho. De início foi algo bem experimental, eu vendia a preço de custo… A coisa foi crescendo e as pessoas foram encomendando. Aí eu percebi que era o que elas desejam, então decidi fazer para vender”. 

Os benefícios proporcionados pelo uso da fralda reutilizável variam desde à saúde do bebê até a fatores ambientais, já que uma criança utiliza, em média, cinco mil fraldas descartáveis ao longo da vida e cada fralda leva até 450 anos para se degradar.

A alta capacidade de absorção do gel presente nas descartáveis impede que a criança perceba o xixi e o cocô, o que aumenta o tempo de contato da pele do bebê, tornando-os, assim, mais suscetíveis a infecções urinárias.

Além disso, para Patrícia, outro benefício muito relevante é o desfralde precoce. “Com as fraldas de pano, a criança tem mais facilidade para perceber sua própria anatomia, ou seja, define bem o que é seco e o que é molhado. Dessa forma, acaba desfraldando mais cedo”, revela.

Mesmo com tantas vantagens apresentadas pelas fraldas de pano, a Tatiely, mãe em tempo integral, ainda recorre às fraldas de plástico quando está fora de casa e busca mais praticidade. “Eu não sou tão radical. Quando eu vou sair e não quero levar uma bolsa grande, opto pelas descartáveis, já que são mais práticas, você usa e joga fora logo. Por isso, eu tenho sempre um pacote em casa”, confessa.

Economia

Um bebê recém-nascido pode usar cerca de 8 fraldas descartáveis por dia. Se um bebê deixa de usar as fraldas por volta dos 2 anos, ele terá gasto em torno de 5 mil fraldas descartáveis. Numa conta rápida: um pacote de uma das marcas mais conhecidas com 34 unidades, custa em média R$ 25,00. 25 reais dividido por 34 fraldas, equivale a R$ 0,75 por unidade. Setenta e cinco centavos multiplicado por 5 mil é igual a R$ 3.750,00.

As fraldas modernas só precisam ser adquiridas uma vez. Existe um número recomendado para que o bebê consiga usar sempre uma fralda limpinha enquanto as outras estão lavando.