• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Grupo promove resgate histórico e cultural por meio de murais na Vila Rubim, em Vitória

Geral

Grupo promove resgate histórico e cultural por meio de murais na Vila Rubim, em Vitória

O Projeto Cidade Quintal busca transformar espaços urbanos no "quintal de casa" e inicia trabalho na região do comércio mais famoso de Vitória

Iures Wagmaker

Redação Folha Vitória
O projeto já foi realizado também no Morro do Romão, em Vitória | Foto: Divulgação

Muito já se falou sobre os espaços urbanos serem cuidados como o quintal de nossa própria casa. Mas e se estes espaços se tornassem o quintal? Essa é justamente a proposta do  grupo Cidade Quintal, que tem o objetivo de produzir intervenções artísticas que estimulem o uso dos espaços como um verdadeiro quintal.

O grupo já realizou trabalhos no Morro do Romão e no da Floresta, em Vitória. Agora, um local muito importante para a história da capital recebe o projeto: a Vila Rubim.

De acordo com a designer Juliana Lisboa, uma das fundadoras do grupo, o local foi escolhido por atender a alguns critérios da equipe. 

"Nós procurávamos algum espaço que tivesse o potencial para trabalhar a questão da identidade. Logo, chegamos na ideia da Vila Rubim, pois tem espaços onde caberia uma intervenção-mural e pela questão histórica e cultural", disse.

O projeto existe desde 2016 e o time se completa com o arquiteto e artista plástico Renato Pontello e a arquiteta e urbanista Maria Luiza de Barros. A aposta agora é na colaboração para realizar todos os processos necessários. Buscando criar relações verdadeiras entre pessoas e cidades, eles procuram ainda entender todo o espaço e a dinâmica do local que sofrerá a intervenção.

Juliana explica que para realizar o projeto, são realizadas quatro etapas. "A primeira é a pesquisa, quando falamos com as pessoas e estudamos bastante. A segunda é quando a gente sintetiza o que aprende. Na terceira é a criação. São três murais, totalizando 730 metros quadrados. Na última parte, a gente realiza uma ação na maior das áreas e convidamos o público", conta.

A previsão é de que o projeto fique pronto em setembro. Depois disso, quem passar pelos locais vai encontrar murais que representam a identidade local da Vila Rubim. "Aborda a importância histórica, a relação com a água, a festividade, a religiosidade e a diversidade de produtos", explica Juliana.

O bairro

Situado no Centro de Vitória, a Vila Rubim é um bairro conhecido pela tradição, cultura e turismo. Abrigando o Mercado Municipal da Vila Rubim, um dos principais pontos turísticos da capital, o espaço também foi palco, no passado, de incêndios que marcaram a história. Além disso, carrega, nos dias atuais, um estigma de violência e abandono por parte do poder público. Assim, o grupo visa contribuir para a mudança de tal perspectiva por meio da arte.

As ações na região começaram em maio e têm previsão para terminar em setembro deste ano. Ao todo, serão pintados três painéis, localizados próximo ao Mercado Municipal da Vila Rubim. O projeto já passou pela fase de imersão e criação, iniciando as pinturas em julho.

Ocupação cultural

O grupo pretende encerrar as pinturas em grande estilo. Com previsão de fechamento em setembro, o projeto irá promover uma ocupação cultural nos espaços pintados, contando com músicas e ações culturais. A iniciativa marcará também a entrega do espaço, já com a intervenção finalizada, para a comunidade local, permitindo que ela passe a utilizá-lo e entenda toda a mudança pela qual ele passou com o projeto.

O projeto foi contemplado no edital de Artes Visuais da Secretaria de Estado da Cultura. Além disso, ainda há o apoio da Prefeitura de Vitória e de comerciantes locais.