• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Milhares protestam na Rússia contra reforma da previdência

Geral

Milhares protestam na Rússia contra reforma da previdência

Dezenas de milhares de manifestantes saíram às ruas na Rússia neste sábado para protestar contra uma proposta que eleva substancialmente a idade de aposentadoria para homens e mulheres. Uma multidão estimada em mais de 10 mil pessoas participou de um protesto em Moscou que foi convocado pelo partido Comunista. Milhares de pessoas também se reuniram em Ecaterimburgo, e manifestações foram registradas em outras grandes cidades russas, como Rostov-on-Don e Volgogrado. Não houve relatos de prisões.

A câmara baixa do Parlamento russo, a Duma, deu aprovação preliminar a uma medida que vai elevar de forma gradual a idade de aposentadoria, de 60 para 65 anos no caso de homens e de 55 para 63 anos no caso de mulheres.

Os manifestantes pediram a realização de um referendo nacional sobre a proposta antes que o Parlamento considere novas análises do projeto de lei após voltar do recesso de verão, em setembro.

A proposta que aumenta a idade de aposentadoria foi apresentada na véspera da abertura da Copa do Mundo da Rússia, no mês passado, e opositores acusam o governo de se aproveitar da distração da população com o torneio de futebol.

A confiança da população no presidente Vladimir Putin caiu significativamente em pesquisas de opinião desde que a proposta foi apresentada. Na semana passada, ele tentou acalmar os ânimos dizendo que vai ouvir "todas as opiniões" sobre o assunto.

"Se a idade de aposentadoria for aumentada, todo cidadão russo vai ser roubado em mais de 1 milhão de rublos (US$ 16 mil), e isso é inaceitável", disse o ativista Sergei Udaltsov durante a manifestação em Moscou.

Ele disse que se não houver referendo, milhões vão sair às ruas. "Vamos exigir não apenas a paralisação da reforma da previdência, mas também uma mudança no poder - a destituição do governo, a dissolução da Duma e o impeachment do presidente."

Segundo o Banco Mundial, a expectativa de vida na Rússia era de 71 anos em 2016, de 65 anos em 2003. O governo russo diz que esse aumento onera o sistema previdenciário. Fonte: Associated Press.