• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Oficinas do Festival de Inverno começam nesta segunda (16) em Domingos Martins

Geral

Oficinas do Festival de Inverno começam nesta segunda (16) em Domingos Martins

São 16 opções de oficinas para os mais variados instrumentos como trombone, violão caipira, piano e muito mais!

Esta segunda-feira (16), marcou o início das oficinas do XXV Festival de Inverno de Domingos Martins, além da continuidade das apresentações como mostramos aqui. No total, são 16 oficinas gratuitas que começam nesta segunda e seguem até a próxima sexta-feira (20). Os alunos terão a oportunidade de aprender a tocar um instrumento e poderão se apresentar no próprio festival, a partir das coisas que aprenderam.

Serão realizadas durante a semana as oficinas de Prática de Conjunto 2, Prática de Orquestra, Canto Popular, Improvisação, Bateria, Contrabaixo Elétricoa, Flauta, Guitarra/Violão, Percussão (samba), Piano, Saxofone, Trombone, Trompete, Violino, Violoncello e Viola Caipira. As aulas são ministradas durante essa semana por músicos como Ivo Meirelles na percussão, Carlos Bala na bateria, Arthur Maia no contrabaixo e o americano Kliff Korman no piano.

Talento capixaba

Das 16 oficinas que começaram ontem, apenas uma é ministrada por um capixaba. A intenção é oferecer um intercâmbio entre profissionais, amadores e amantes da música de todas as partes do Brasil e do mundo.

Como no caso do professor da oficina de Prática de Orquestra, Helder Trefzger , que se sente valorizado e enxerga o festival como um leque de possibilidades. “É muito importante a troca com músicos de outros lugares, temos um time de alto nível esse ano. Eu já tive a oportunidade de ministrar várias oficinas, sempre colaborando com a realização do festival”, afirmou ele.

Helder ainda destacou que a oficina é uma experiência muito bacana para quem quer aprender mais. “Todas as aulas são muitos legais, temos alunos de todos os tipos, é uma galera que quer se aperfeiçoar. Eles buscam crescer, desenvolver e estudar mais. Está muito bacana, estou muito motivado e ansioso para a apresentação”, reforçou.