• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Passageiros relatam problemas na linha de ônibus entre Vitória e Domingos Martins

Geral

Passageiros relatam problemas na linha de ônibus entre Vitória e Domingos Martins

O trecho é atendido pela empresa Águia Branca. Durante a semana, seis ônibus partem de Vitória com destino a cidade turística

Gustavo Fernando

Redação Folha Vitória
Entre os prejudicados estão os moradores de Domingos Martins que seguem diariamente para Vitória a trabalho 

Atrasos, poucos ônibus e passageiros impedidos de embarcar ao longo do trecho. Essas são as principais reclamações dos passageiros que realizam diariamente o trajeto Vitória-Domingos Martins.

De acordo com passageiros regulares da linha, o problema se agrava na época das férias escolares, vésperas de feriados e toda sexta-feira, principalmente nos últimos horários do dia, em razão do aumento do número de passageiros com destino a cidade turística. 

Entre os prejudicados estão os moradores de Domingos Martins que viajam diariamente para Vitória a trabalho, pois correm o risco de não encontrar passagens para retornar ao município no fim do dia. 

Segundo Adriana Velten, moradora de Domingos Martins, muitos passageiros que tentam embarcar fora da Rodoviária de Vitória acabam ficando pelo caminho em razão da lotação nos coletivos. Ela ainda afirma que, apesar dos ônibus preferencialmente não transportarem passageiros em pé, a prática ainda é comum. Mas falta informação e um padrão da empresa em relação a prática.

"Já vi uma passageira ser deixada para trás, às 18 horas, na BR-262, por falta de lugar no ônibus. E no outro dia, por exemplo, alguns passageiros viajando em pé. Sinceramente não sei o que pode e o que não pode, e quando pode", define Adriana. 

Além disso, relatos de atrasos são constantes, principalmente em relação as linhas do fim do dia, que saem da rodoviária de Vitória às 17h10 e 19h. O longo intervalo entre uma viagem e outra, também faz parte das reclamações relacionadas ao trecho. 

O advogado João Carlos, que normalmente utiliza a linha no fim de semana, também relata que já foi impedido de pegar o ônibus com destino a Vitória em razão de não ter encontrado vagas no coletivo que saía de Domingos Martins.

"Quando um passageiro não consegue embarcar, resta esperar pelo próximo ônibus, mas o intervalo entre um e outro é muito longo. E se for o último ônibus do dia, corre o risco de dormir na rua", ressalta.

Vale Transporte 

Passageiros também relatam problemas em relação ao vale transporte utilizado na empresa Águia Branca, responsável pelo trajeto Vitória-Domingos Martins. Eles afirmam que, ao perder uma viagem marcada anteriormente, não conseguem reutilizar a passagem, algo habitual entre os passageiros convencionais. 

Resposta

A Viação Águia Branca, responsável pelo trajeto, afirma estar ciente da situação que aconteceu nas últimas duas semanas em função das férias. Além disso, relata que a demanda foi repentina e superior a de anos anteriores. 

Para diminuir o problema, a empresa realizou um estudo para intensificar a oferta nesse trecho resultando na implementação de novos horários, que vão estar disponíveis a partir de 22 de agosto. 

A Companhia Estadual de Transportes Coletivos de Passageiros do Estado do Espírito Santo (Ceturb) também foi procurada ao longo da semana, mas não respondeu aos questionamentos da reportagem.