• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Produção de inhame vira debate nesta semana e região serrana está entre os destaques do ES

Geral

Produção de inhame vira debate nesta semana e região serrana está entre os destaques do ES

O 4° Encontro Nacional na Organização Produtiva do Inhame, em Alfredo Chaves até esta sexta-feira (27)

Nos próximos dias 26 e 27 deste mês, Marechal Floriano marca presença no 4° Encontro Nacional na Organização Produtiva do Inhame, em Alfredo Chaves. Durante os dois dias, a programação conta com palestras sobre as cadeias produtivas, tendências de mercado, pontos de venda para produtos certificados, rótulo e embalagem, legislação e comercialização, além da apresentação de resultados de pesquisas realizadas com a produção do inhame.

O encontro acontece em parceria da Associação de Produtores de Inhame São Bento (Apisbes), com o apoio do Ministério da Agricultura, da Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), do Sebrae, da Embrapa – Hortaliças (DF), dos sindicatos de trabalhadores rurais e de prefeituras da região. Todos os anos, os produtores do interior do estado se reúnem para aprender e trocar ideias com colegas de profissão, levando novidades para a produção capixaba.

Produção na região serrana

Juntamente com outras três cidades, Marechal Floriano, Domingos Martins e Venda Nova do Imigrante receberam o selo de Indicação Geográfica (IG) pela forte produção de inhame. A certificação é concedida pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) que define as qualidades específicas do local de produção, atribuindo reputação, valor e qualidade, fazendo com que o produto se torne único, comparado aos demais do mercado.

No Espírito Santo, são produzidos cerca de 80 mil toneladas de inhame por ano, em uma área de 3,5 mil hectares. Em Domingos Martins, por exemplo, são cerca de 339 hectares, 25 toneladas de inhame cada, movimentando 568 estabelecimentos rurais, todos de agricultura familiar.