• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Quatro ações no MP tentam suspender corte de árvores da Prainha, em Guarapari

Geral

Quatro ações no MP tentam suspender corte de árvores da Prainha, em Guarapari

Os documentos solicitam parada imediata das intervenções na orla da praia, em Muquiçaba.

Glenda Machado

Redação Folha da Cidade
Documento solicita cancelamento das licenças da Prefeitura Municipal de Guarapari. Foto: Folha da Cidade

Depois das representações do deputado Estadual Enivaldo dos Anjos, da Ong Transparência Guarapari e do vereador da Câmara Municipal de Guarapari, Denizart Luiz foi a vez do Instituto Nacional de Defesa ao Meio Ambiente (Idama) protocolar uma ação contra o corte das árvores da Prainha de Muquiçaba.

O documento solicita o cancelamento das licenças do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) e da Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura (Semag) que autorizam o corte de árvores centenárias na Prainha para adequação ao novo projeto urbanístico da orla. Além disso, o instituto pede que seja aberto um inquérito administrativo e civil.

“Pedimos por prazo determinado pelo MP, até que a população seja convencida e informada dos impactos ambientais na flora e fauna, pois a intensão ultrapassa a retirada, supressão de mais de 20 árvores”, disse o ambientalista e representante do instituto, Dr. J.B Freitas.

Ainda de acordo com a representação os cortes aconteceram sem comunicação prévia à população e por isso solicita que seja feito um estudo de impacto ambiental em um prazo de 20 dias. O relatório deve ser apresentado em audiência pública na Câmara de Vereadores.