• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Sedação é retirada de criança capixaba que perdeu os pais em acidente no MS

Geral

Sedação é retirada de criança capixaba que perdeu os pais em acidente no MS

Ela permanece intubada no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) de um hospital do estado e os médicos aguardam o despertar da criança

A menina capixaba Helora Maria, 4 anos, que sobreviveu à um grave acidente ocorrido no Mato Grosso do Sul, na última sexta-feira (13), permanece no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) de um hospital do estado. No entanto, a sedação da mesma foi retirada nesta segunda-feira (16) e os médicos aguardam o despertar da criança.

As informações foram confirmadas pela assessoria do Hospital Santa Casa, de Campo Grande (MS). Ainda de acordo com a nota, a pequena Helora foi reavaliada pela neurologia e liberada pela especialidade. A criança permanece em cuidados intensivos e observação clínica rigorosa.

No acidente, Henrique Manoel Gomes Brandão, 40 anos, e Mery Angela Soares Brandão, 43, pais da menina, morreram. Não há previsão de transferência para o Espírito Santo por conta do estado de saúde. Uma tia da criança foi para Mato Grosso do Sul acompanhar a sobrinha.

De acordo com informações do boletim da polícia de Mato Grosso do Sul, a motorista do outro carro que se envolveu no acidente teria invadido a contramão.

Os corpos de Henrique e Mery Angela chegaram ao Espírito Santo na manhã desta segunda-feira. O enterro foi realizado por volta das 16 horas do mesmo dia.

Acidente

O acidente aconteceu por volta de 9 horas da última sexta-feira (13). A criança foi levada para o Hospital Santa Casa de Misericórdia de Campo Grande e passou por uma cirurgia. O casal morava em Vila Capixaba, no município de Cariacica. Henrique era superintendente do Banco do Espírito Santo (Banestes) na região Sul. Mery Angelaera professora da rede municipal de Vitória.

Um vizinho contou que viu o casal saindo bem cedo para viajar. Segundo ele, por volta de quatro horas da manhã de sexta-feira, o casal e a filha foram até o aeroporto, pegaram um voo para Campo Grande, e lá alugaram um carro. O destino seria a cidade de Bonito.